Mulheres lideram o ranking de casos de trombo

Mais de metade da população brasileira não reconhece os sintomas da trombose ou embolia pulmonar

.

Mais da metade da população brasileira desconhece uma doença que levou 85.772 pessoas aos hospitais públicos do país entre janeiro de 2008 e agosto de 2010: o tromboembolismo venoso. Os dados são do Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (Ibope) e mostram que, apesar de 56% da população avaliada afirmar que já ouviu falar da trombose, 57% não conhecem os sintomas, consequências da doença e as suas medidas preventivas. A embolia pulmonar é ainda mais desconhecida. Das pessoas entrevistadas, 78% relatam não saber o que é a embolia pulmonar e, dentre essas, metade nunca ouviu falar.

De acordo com Dr. Marcelo Canuto, é muito importante entender a doença e conhecer os seus sintomas para realizar uma detecção a tempo de um tratamento adequado. “O tromboembolismo pulmonar consiste na obstrução da circulação arterial pulmonar (que transporta sangue que será oxigenado) por coágulos sanguíneos, geralmente oriundos da circulação venosa dos membros. Qualquer situação que gere fluxo vascular lento, lesão ou inflamação na parede do vaso ou aumento da coagulação sanguínea pode aumentar o aparecimento de trombos, que podem se soltar e limitar um vaso no pulmão – a embolia pulmonar.”

O especialista alerta que as maiores vítimas da trombose venosa profunda e da sua principal complicação, a embolia pulmonar, são as mulheres. Isso porque elas reúnem mais fatores de risco que os homens, como a gravidez, varizes e o uso de suplementos de estrogênio, comum em pílulas anticoncepcionais e na terapia de reposição hormonal durante a menopausa. “Outros fatores de risco que devem ser considerados são: ficar muito tempo de repouso ou sentado, em período pós operatório, história familiar, problemas cardíacos, alguns tipos de câncer, fumo e obesidade. Se você se enquadra em um desses casos e sente uma súbita falta de ar, muitas vezes acompanhada de tosse e dor torácica, sem explicação cabível, procure um médico”, reforça.

.
Comprometimento dos vasos sanguíneos

No consultório do médico o paciente passará por uma avaliação clínica, e se for o caso, será encaminhado para um exame de diagnóstico por imagem. A mortalidade da embolia pulmonar, quando não tratada, é de até 30% mas pode ser reduzida para até 2% quando o diagnóstico é feito a tempo para realizar o tratamento correto. “Para a detecção de uma trombose ou embolia pulmonar, um dos melhores exames é a Angiotomografia computadorizada do Tórax. Por meio do contraste aplicado na veia, conseguimos estudar os vasos pulmonares. No local em que o contraste não demonstra um contorno cilíndrico do vaso ou há interrupção do seu trajeto, encontramos o trombo, a falha de enchimento.”

Além da identificação nítida da parte interna, diâmetro e comprometimento dos vasos sanguíneos, a Angiotomografia verifica a localização do coágulo. “Com o exame podemos comprovar a presença da trombose e o local, que é muito importante. Se o trombo obstruir um ramo pulmonar que fica no final do caminho percorrido pelo sangue no pulmão, o comprometimento será mais localizado e os sintomas mais discretos. Agora, se ele obstruir uma artéria que irrigue todo o pulmão, aquele lado inteiro pode ficar comprometido, os sintomas mais acentuados e maior será a mortalidade”, exemplifica.

A Angiotomografia do tórax é uma tomografia computadorizada rápida direcionada para a circulação pulmonar, que utiliza da radiação e contraste iodado por via venosa gerando imagens de alta resolução dos vasos sanguíneos. “O exame leva em torno de segundos. Por ser um teste de urgência, é realizado sem preparo prévio desde que não exista contra-indicações ao uso do meio de contraste”, conclui Dr. Marcelo.

.

Fonte

Marcelo Canuto – Médico radiologista e diretor médico do Laboratório Pasteur.

.

 

Sobre o Pasteur Medicina Diagnóstica

O Pasteur nasceu há 39 anos em Brasília e atualmente possui mais de 20 unidades de atendimento no Distrito Federal e Entorno. Considerado referência no segmento de medicina diagnóstica, o laboratório disponibiliza aos clientes serviços com qualidade e credibilidade. E, para quem não tem plano de saúde, o programa Pasteur Popular oferece exames com preços acessíveis para toda a família. A marca conta, ainda, com o projeto Pasteur Melhor Idade, que tem assistência diferenciada para idosos e uma série de vantagens, como descontos especiais no valor dos exames de análises clínicas, anatomia patológica e imagem. Com o objetivo de buscar continuamente mais conforto aos pacientes, o laboratório desenvolveu o conceito de atendimento integrado na Mega Unidade Taguatinga Norte, que oferece mais de três mil tipos de exames de análises clínicas, anatomia patológica e diagnóstico por imagem no mesmo local, além de funcionar à noite e no fim de semana.

Para mais informações acesse o site www.pasteur-df.com.br ou entre em contato com o Atendimento ao Cliente no (61) 4004-9669.

.

*****

.

Julia Carneiro
(55 61) 3039-8397
(55 61) 8129-3907
julia.carneiro@imagemcorporativa.com.br




Se você gostou deste artigo, deixe um comentário abaixo e considere
cadastrar nosso RSS, para ser notificado nas próximas atualizações do blog.

Comentários

Nenhum comentário.

Os comentários estão encerrados.