Os cuidados do atleta durante o final de semana

A prática de exercícios físicos fica mais intensa durante o final de semana, momento em que os parques recebem mais visitantes e as ciclofaixas são ativadas. Mas apenas se exercitar não é o suficiente para cuidar da saúde. De acordo com o Dr. José Hungria, “para evitar traumas, o atleta deve estar atento a diversas condições na hora da prática, como o uso do calçado adequado e as irregularidades do solo.”

Entorses, ou lesões que forçam os ligamentos, são os traumas mais comuns. Elas podem ser classificadas em vários graus e são seguidas por lesões musculares, causadas por esforços além do que o organismo está preparado para realizar.

Para melhorar os sintomas das entorses, pode ser usado o tratamento com baixas temperaturas, em geral o gelo, que tem como objetivo diminuir os sinais inflamatórios. O melhor momento para sua aplicação é logo após o trauma.

Outra técnica é a termoterapia, na qual é utilizado o calor, elemento importante para melhorar a dor, diminui a contratura muscular e permite a recuperação da função de uma maneira mais rápida.

Outras partes do corpo recebem bastante impacto durante o exercício e precisam ser cuidadas, como é o caso do joelho. As lesões do joelho são frequentes, pois é uma articulação tipo dobradiça, ou seja, só tem movimento em um eixo. “Qualquer esforço fora da direção do movimento pode causar lesões nos componentes da articulação, principalmente ligamentos, meniscos, cartilagem e até na parte óssea”, explica Dr. Hungria.

Para não prejudicar o joelho, os cuidados a serem tomados são, principalmente, estar adequadamente preparado antes de iniciar o exercício, como estar alongado e fortalecido, e usar o corpo com bom senso para evitar sobrecarga. A preparação (entrar em forma) leva tempo e qualquer lesão tira o condicionamento rapidamente. Para quem está começando a prática de exercícios, o condicionamento é fundamental para o melhor rendimento e evita problemas ortopédicos.

Após o treino, as possibilidades de lesão são mais raras, mas a maneira correta de finalizar a sua série é desaquecer o organismo aos poucos e fazer alongamento.

.

Fonte

José Hungria – Médico traumatologista da Beneficência Portuguesa de São Paulo.

.

Sobre Beneficência Portuguesa de São Paulo

Fundada em 1859, a Beneficência Portuguesa de São Paulo (www.beneficencia.org.br) é a maior instituição hospitalar privada da América Latina, contando com aproximadamente 7.500 colaboradores e 2.200 médicos, e com uma gestão baseada na qualidade assistencial, humanização, ensino e pesquisa, além de um corpo clínico formado por renomados especialistas. A instituição é referência no atendimento médico hospitalar em mais de 60 especialidades, como cardiologia, oncologia, neurologia, gastroenterologia, ortopedia, urologia, entre outras. Atualmente, a Beneficência Portuguesa conta com três hospitais que somam mais de 2.000 mil leitos de internação. O Hospital São Joaquim, primeiro pilar da Instituição, realiza atendimento ao Pronto Socorro, UTIs, Internações e Cirurgias. Em 2007, foi inaugurado o Hospital São José, que se destaca pelo atendimento oncológico com padrões internacionais, entre outras especialidades. Em 2012, o Hospital Santo Antônio foi criado com o objetivo de oferecer atendimento a pacientes usuários do Sistema Único de Saúde, reforçando a responsabilidade social e carácter beneficente da Associação. Já em 2013, a Instituição criou o Centro Oncológico Antônio Ermírio de Moraes para ser um dos maiores e mais completos núcleos de tratamento de câncer no país.

.

*****

Mais informações

Imagem Corporativa
Fábio Araujo | 11-3526-4544 | fabio.araujo@imagemcorporativa.com.br
Hugo Ribeiro | 11 3526-4515| hugo.ribeiro@imagemcorporativa.com.br
Jade Avlasevicius | 11-3526-4536 | jade.oliveira@imagemcorporativa.com.br




Se você gostou deste artigo, deixe um comentário abaixo e considere
cadastrar nosso RSS, para ser notificado nas próximas atualizações do blog.

Comentários

Nenhum comentário.

Os comentários estão encerrados.