A dieta do bom humor

Endocrinologista explica qual é a relação da alimentação com o temperamento e lista os alimentos ideais para reduzir o estresse

.

Alguns alimentos ajudam a melhorar o humor e a reduzir o estresse. Isso acontece quando alguns neurotransmissores, responsáveis pela sensação de prazer, bem-estar e euforia, como a serotonina e a dopamina, são estimulados pela comida. É o que revela a dra. Myrna Campagnoli:  “Os alimentos ricos em triptofano proporcionam sensação de bem-estar.”

Mesmo os alimentos que promovem esta boa sensação no organismo, devem ser ingeridos de maneira equilibrada. “O ideal é manter a dieta sempre variada e saudável, incluindo alimentos que proporcionam bem-estar em todas as refeições. O estímulo à produção de neurotransmissores está ligado ao consumo do alimento”, aconselha a Dra. Myrna.

Segundo ela, é importante ressaltar que a quantidade de consumo não precisa ser grande e que, geralmente, o efeito não é acumulativo. “Comer uma barra de chocolate inteira ou uma penca de bananas, por exemplo, não proporcionará uma sensação maior de prazer. Muitas vezes, inclusive, acontece o oposto.”

Entre os alimentos que ajudam a melhorar o humor estão: chocolate, banana, aveia, espinafre, ovos, pimenta, leite, laranja, castanha e arroz integral.

.

Bons sonhos

Além de melhorar o humor, a alimentação também pode ajudar a acalmar e melhorar o sono. “Existem vários alimentos que auxiliam na busca de tranquilidade. O leite, por exemplo, é rico em triptofano, cálcio e fósforo. Isso auxilia na produção de neurotransmissores do bem-estar. O leite também pode incrementar a produção de substâncias envolvidas na qualidade do sono, ajudando a dormir melhor e reduzindo o estresse”, explica.

Em contrapartida, uma alimentação errada, segundo a médica, pode causar mau humor, mal-estar e insônia. “A alimentação errada, o excessos de gordura, açúcar e sal, e o abuso de álcool são fatores que certamente pioram a qualidade de vida e causam mal estar. Eu somaria a vida sedentária neste mesmo tópico. O corpo necessita se movimentar e do consumo de vitaminas, minerais, fibras, aminoácidos e carboidratos para manter um bom funcionamento e a sensação de bem-estar. Na ausência destes fatores, a sensação de prazer também estará diminuída”, finaliza.

Entre os alimentos que ajudam a acalmar e a melhorar o sono estão: leite, alface, maracujá, camomila, marcela, mel, semente de abóbora, gergelim, queijo, couve e macarrão.

.

Fonte

Myrna Campagnoli – Médica endocrinologista do Laboratório Pasteur.

.

Sobre o Pasteur Medicina Diagnóstica

O Pasteur nasceu há 38 anos em Brasília e atualmente possui 26 unidades de atendimento no Distrito Federal e Entorno. Considerado referência no segmento de medicina diagnóstica, o laboratório disponibiliza aos clientes serviços com qualidade e credibilidade. E, para quem não tem plano de saúde, o programa Pasteur Popular oferece exames com preços acessíveis para toda a família. A marca conta, ainda, com o projeto Pasteur Melhor Idade, que oferece assistência diferenciada para idosos e uma série de vantagens, como descontos especiais no valor dos exames de análises clínicas, anatomia patológica e imagem. Com o objetivo de buscar continuamente mais conforto aos pacientes, o laboratório desenvolveu o conceito de atendimento integrado na Mega Unidade Taguatinga Norte, que oferece mais de três mil tipos de exames de análises clínicas, anatomia patológica e diagnóstico por imagem no mesmo local.

Para mais informações acesse o site www.pasteur-df.com.br ou entre em contato com o Atendimento ao Cliente no (61) 4004-9669.

 

*****

 

.

Julia Carneiro
(55 61) 3039-8393
(55 61) 8129-3907
julia.carneiro@imagemcorporativa.com.br




Se você gostou deste artigo, deixe um comentário abaixo e considere
cadastrar nosso RSS, para ser notificado nas próximas atualizações do blog.

Comentários

Nenhum comentário.

Os comentários estão encerrados.