Vitamina D – suplementação nas várias fases da vida

Bebês prematuros, crianças e idosos estão entre os que mais se beneficiam

.

A ingestão diária recomendada de vitamina D varia de acordo com a idade e a incidência de luz solar na cidade onde se reside. De acordo com a Dra. Marise Lazaretti Castro, geralmente, um adulto precisa consumir de 400 a 2000 unidades por dia, levando-se em consideração fatores climáticos, idade e grau de exposição solar, sem o uso de protetor solar. Os idosos, em geral, devem consumir de 1000 a 2000 unidades por dia de vitamina D. “Mas, em média, o brasileiro, consome apenas de 80 a 100 unidades diárias”.

Embora a exposição ao Sol seja considerada a principal forma de garantir a ingestão diária da vitamina, nem todo o mundo tem esse tempo todos os dias. Assim, uma das maneiras de conseguir a quantidade necessária da vitamina seria a alimentação. “O consumo de dois filés de peixes gordurosos de água fria como bacalhau, salmão e atum por dia supriria boa parte da demanda”, comenta a especialista.

“Mesmo em um país tropical e ensolarado como o Brasil, por causa da prevenção contra o câncer de pele, as pessoas se esquecem dos 20 minutos sem proteção e os peixes, principais fontes de vitamina D, ainda não fazem parte do cardápio brasileiro com a frequência e a quantidade necessárias. Sendo assim, recorrer à ingestão da substância em sua forma pura é uma solução para a corrida e desregrada vida moderna”, explica a Dra. Marise.

A suplementação de vitamina D traz diferentes benefícios em cada fase da vida, mas bebês prematuros, crianças e idosos precisam de atenção especial, pois são ainda mais propensos a menos tempo de exposição ao Sol. Nos idosos a vitamina D evita fratura nos ossos.

“Vale lembrar que a ingestão excessiva também pode ser prejudicial à saúde, só um exame de sangue e a indicação de um médico garante o tratamento adequado”, lembra a Dra. Marise.

.

 

Fonte

Marise Lazaretti Castro – Médica chefe do setor de doenças metabólicas da Unifesp e membro da diretoria da SBEM (Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia).

.

Referências
1 http://veja.abril.com.br/noticia/saude/estudo-sugere-que-vitamina-d-nao-fortalece-o-sistema-imunologico
2 http://www.tuasaude.com/alimentos-ricos-em-vitamina-d/
3 http://g1.globo.com/bemestar/noticia/2011/09/metade-das-mulheres-sente-colica-menstrual-em-alguma-fase-da-vida.html

.

.
Sobre a Sanofi

Presente no Brasil há mais de 50 anos, a subsidiária é a sétima maior do Grupo Sanofi e uma das mais importantes operações nos chamados mercados emergentes. Com mais de 5.100 colaboradores, é a maior corporação farmacêutica do mercado brasileiro, conta com um amplo portfólio de produtos além de uma sólida plataforma industrial no País:

Para saber mais, visite www.sanofi.com.br

.

*****

.

Informações

Starbrands – Atendimento Sanofi
Liliana Ciardi – 11 5090-8904 – liliana.ciardi@starbrands.com.br
Vanessa Abate – 11 5090-8935 – vanessa.abate@starbrands.com.br
Karina Santana – 11 5090-8964 – karina.santana@starbrands.com.br

Sanofi
Juliane Zaché – Relações com a Imprensa da Sanofi
Tel.: 11 3759-6433 ou 9403-5095
E-mail: juliane.zache@sanofi.com

Pamela Alexandre Silva – Comunicação Corporativa da Sanofi
Tel.: 11 3759-6402
E-mail: pamela.silva@sanofi.com




Se você gostou deste artigo, deixe um comentário abaixo e considere
cadastrar nosso RSS, para ser notificado nas próximas atualizações do blog.

Comentários

Nenhum comentário.

Os comentários estão encerrados.