Anticoncepcional oral pode diminuir a lubrificação do olho

O uso da medicação aliada a outros fatores externos pode causar irritação ocular, vermelhidão, prurido e visão embaçada

.

A ida ao oftalmologista deve estar sempre na lista de prioridades das mulheres. Isso porque o uso de alguns medicamentos como, por exemplo, os anticoncepcionais, e também a chegada da menopausa, interferem no sistema de lubrificação ocular.

Dra. Glaucia Lopes de Matos explica que o desequilíbrio hormonal associado a outros fatores são as principais causas de algumas doenças oculares. “O olho seco é a patologia ocular mais comum entre as mulheres. Isso se justifica também pelo uso de anticoncepcionais aliado aos hábitos de vida modernos.”

A associação do anticoncepcional com outros fatores, como o descontrole hormonal, o clima, o uso diário do computador e a exposição ao ar condicionado, promove a má lubrificação dos olhos. “O uso da pílula anticoncepcional pode contribuir para o olho seco, causando irritação ocular, vermelhidão, prurido, dor e visão embaçada.”

A idade também interfere no processo de irrigação dos olhos. “A menopausa é um fator significante para o desenvolvimento dessa doença. Portanto, as mulheres devem procurar anualmente um oftalmologista, para que ele indique o melhor colírio lubrificante para cada caso.”

Para aquelas que ainda não chegaram à menopausa, o indicado é se hidratar bem e evitar longos períodos de exposição, sem pausas, em frente ao computador e ao ar condicionado. “Além disso, se a mulher sentir que o olho está sempre seco é indicado conversar com o ginecologista e ver a possibilidade de trocar o tipo de anticoncepcional”, finaliza a Dra. Glaucia Lopes de Matos.

.

Fonte

Glaucia Lopes de Matos – Médica oftalmologista do Visão Institutos Oftalmológicos.

.

*****

.

Christiana Ribeiro
(55 61) 3039-8101 / 8491-0038
christiana.ribeiro@imagemcorporativa.com.br




Se você gostou deste artigo, deixe um comentário abaixo e considere
cadastrar nosso RSS, para ser notificado nas próximas atualizações do blog.

Comentários

Nenhum comentário.

Os comentários estão encerrados.