Material escolar – excesso de peso na mochila pode prejudicar a coluna das crianças

Pais devem ficar atentos à quantidade de materiais carregados diariamente pelos filhos
Evitar o excesso de peso das mochilas é fundamental para evitar dores e lesões na coluna

.

Com a volta às aulas se aproximando, a compra de material escolar é inevitável. A lista, muitas vezes extensa, acaba implicando também em uma quantidade de produtos acima do ideal a ser carregada pelos alunos. Segundo a fisioterapeuta Claudia Wanderck, o peso das mochilas não deve ultrapassar 10% do peso de quem a carrega, para que não sejam prejudiciais à coluna. “Uma criança de 20 quilos, por exemplo, não poderia carregar além de dois quilos”, afirma.

Para a fisioterapeuta, alguns cuidados básicos podem reduzir a chance de lesões. “A primeira medida é verificar se é realmente necessário levar o material completo todos os dias. O ideal é que se separe diariamente o que é ou não preciso carregar”.

Outra estratégia é escolher o modelo e regulagem corretos da mochila. Segundo dra. Claudia, as que possuem rodinhas são as mais indicadas. “Os pais devem estar atentos, porém, à forma como as crianças as carregam. Elas não devem estar inclinadas para trás nem terem que girar o tronco em grande proporção para carregar a mochila. O acessório também deve ficar próximo ao corpo, quase ao lado, e com altura de alça que permita à criança andar ereta”.

Já para os modelos com alças nas costas, as mais indicadas são as que possuem um fecho frontal, para que fiquem bem próximas ao corpo. “A regulagem da altura também é importante. A mochila deve ficar no meio da coluna, nem muito para cima e nem pendurada, sobrecarregando os ombros”, ressalta dra. Claudia.

.

Atenção aos eletrônicos

Cada vez mais os aparelhos digitais como computadores, celulares e tablets fazem parte da rotina dos estudantes. “A postura correta é fundamental na utilização desses dispositivos e pode evitar tanto dores nas costas, como danos à coluna ou lesões por esforço repetitivo”, comenta a fisioterapeuta.

Dra. Claudia explica que é importante que os pais incentivem os filhos a sentarem de forma correta, com a coluna ereta e o visor do aparelho eletrônico na altura dos olhos. “Os pés devem estar apoiados no chão e a regulagem do computador, em caso de uso coletivo, deve atender a todos os usuários. Isso pode ser feito com a ajuda de um suporte para monitor, por exemplo”.

Em caso de dores recorrentes, é fundamental que a família procure um especialista. “Quanto mais cedo um problema relacionado à coluna e à postura for diagnosticado, mais fácil e eficaz é o tratamento. Técnicas como a Reeducação Postural Global (RPG), por exemplo, podem dar uma nova perspectiva de vida para o paciente. Um bom preparo da musculatura, com alongamentos, exercícios como pilates, natação e esportes em geral também ajudam a manter os músculos sempre ativos, evitando dores ou lesões”, finaliza.

 

Fonte

Claudia Wanderck – Fisioterapeuta e diretora da Long Life Fisioterapia.

.

*****

Sabrina Hoffmann
(47) 3340-2205 | (47) 3336-0231 | (47) 9246-7215
sabrina@melz.com.br
www.melz.com.br




Se você gostou deste artigo, deixe um comentário abaixo e considere
cadastrar nosso RSS, para ser notificado nas próximas atualizações do blog.

Comentários

Nenhum comentário.

Os comentários estão encerrados.