Alimentos que ajudam a melhorar a constipação intestinal

Ir ao banheiro diariamente para realizar as necessidades fisiológicas nem sempre é encarado de forma natural por algumas mulheres. A razão é que em decorrência da constipação intestinal – popularmente conhecida como prisão de ventre ou intestino preso -, muitas delas sentem extrema dificuldade para evacuar ou passam mais de três dias sem realizar evacuações.

Hábitos errados como a má alimentação, sedentarismo e estresse são os principais causadores do problema. “O consumo excessivo de alimentos industrializados e uma dieta pobre com pouca ingestão de fibras contribuem para a ocorrência da prisão de ventre. Não consumir pelo menos 2 litros de água por dia também pode colaborar para um comprometimento do fluxo intestinal”, esclarece a Dra. Ana Huggler.

Em alguns casos a prisão de ventre pode decorrer da ingestão de medicamentos, na implicação de doenças como a Síndrome do Intestino Irritável (SII) e diabetes, falta da prática de exercícios físicos ou durante o período gestacional. “Usar laxantes não é recomendado, pois em longo prazo pode ocasionar dependência e não surtir mais efeitos no organismo. O ideal é mudar a alimentos e optar por alimentos ricos em fibras e que ajudam no funcionamento do intestino”, indica Dra. Ana.

.

Alimentos que melhoram o fluxo intestinal

* Frutas – Laranja, acerola, ameixa preta seca, pêssego, abacaxi, manga, banana nanica, morango, caqui, melancia e figo.

* Verduras e legumes – Quiabo, almeirão, mandioca, inhame, cará, milho verde, alface, couve manteiga, couve-flor, repolho, cenoura, mandioquinha e tomate.

* Leguminosos – Ervilha, lentilha, grão de bico e soja.

* Fibras – Barras de cereais, aveia, farelo de trigo e cereal matinal.

* Alimentos integrais – Pães, arroz, biscoitos e macarrão.

* Sementes – Linhaça, girassol, gergelim e quinoa.

* Outros – Iogurtes ou leites fermentados, coalhadas e azeite de oliva.

Para investir no cardápio adequado e que atenda as necessidades do organismo, a nutricionista recomenda a Dieta do Genótipo que é baseada em medições corporais e no tipo sanguíneo de cada pessoa. “Temos 6 tipos de genótipos: o caçador, coletor, professor, explorador, guerreiro e nômade e cada pessoa se enquadra dentro de um perfil. Por meio da identificação das características do indivíduo e o seu genótipo, desenvolvemos um menu com os alimentos mais favoráveis à sua saúde”, explica Dra. Huggler.

Além de melhorar a constipação intestinal, essa dieta ajuda a controlar doenças como diabetes, hipertensão, alterações de colesterol, dores de cabeça, acne e contribui para a desintoxicação do corpo. “Como funciona ativando ou silenciando os genes que são capazes de acumular gordura em excesso, também é indicada para quem busca eliminar o sobrepeso de forma saudável, porém, em curto prazo”, descreve a doutora.

A doutora faz uma ressalva que essa dieta não deve ser seguida por menores de 16 anos que estão acima do peso e gestantes, pois precisam de uma alimentação recomendada pelo médico. “A Dieta do Genótipo não é igual para todos, por isso é preciso buscar o auxílio de um nutricionista para indicar quais alimentos são melhor absorvidos pelo seu organismo”, alerta Dra. Ana Huggler.

.

Fonte

Ana Huggler – Nutricionista da Global Nutrição.

.

Sobre a Global Nutrição

A Global Nutrição, é especialista em implementar programas de nutrição baseados na dieta de Genótipo. Desenvolvem programas personalizados de nutrição, focados nos resultados e na motivação de seus pacientes.

.

 

*****

.

 

Contato com a imprensa

Stefane Braga – assessora de imprensa
Tel- (11) 2679.4437/2592.5934
Site – http://www.sachasilveira.com.br
Email – stefane.braga@sachasilveira.com.br

Sacha Silveira Assessoria de Comunicação
Tel – (11) 2592.5934/2679.4437
Endereço: Avenida Conselheiro Rodrigues Alves, 1239.
Site – http://www.sachasilveira.com.br
Email – stefane.braga@sachasilveira.com.br




Se você gostou deste artigo, deixe um comentário abaixo e considere
cadastrar nosso RSS, para ser notificado nas próximas atualizações do blog.

Comentários

Nenhum comentário.

Os comentários estão encerrados.