Diabetes e câncer

Diabetes e câncer são doenças de elevada incidência e apresentam grande impacto na saúde da população mundial. A Organização Mundial da Saúde estima que, até 2030, são esperados 27 milhões de casos incidentes de câncer, 17 milhões de mortes em função da doença e 75 milhões de pessoas vivas, anualmente, com câncer. O maior efeito desse aumento vai incidir em países de baixa e média rendas. Já o Diabetes, segundo informações da International Diabetes Federation (IDF), publicadas em dezembro de 2012, há no mundo, 371 milhões de pessoas portadoras de diabetes com idades entre 20 e 79 anos, sendo que 50% delas desconhecem essa condição. O Brasil ocupa a 4ª posição entre os países com maior prevalência de diabetes: 13,4 milhões de pessoas portadoras de diabetes. Isto corresponde a aproximadamente 6,5% da população entre 20 e 79 anos de idade.

“Há mais de 50 anos, tem-se registrado a ocorrência das duas doenças em um mesmo indivíduo. Mais recentemente, os resultados de diversos estudos têm indicado que alguns tipos de câncer ocorrem mais comumente em pacientes com diabetes (predominantemente no paciente com diabetes tipo 2), enquanto câncer de próstata é menos frequente nesses pacientes”, afirma Dr. Amândio Soares.

O médico explica que os tipos de câncer associados à diabetes são fígado, pâncreas, intestino e endométrio em pelo menos duas vezes e, em menor grau, câncer de cólon e reto, mama e bexiga.

Entretanto, a causa ou mecanismo biológico dessa associação ainda não está esclarecido. “Existem dúvidas se a associação do câncer e diabetes é direta (devido à elevação da glicemia), se a diabetes é um fator biológico que altera o risco de desenvolver câncer ou se a associação de câncer e diabetes é indireta e devido a fatores de risco comuns às duas doenças, como a idade, o sexo, o sobrepeso, a obesidade, o sedentarismo, a dieta inadequada, o álcool e o tabagismo”, pontua Dr. Amândio.

O uso da metformina, um medicamento oral comumente indicado no tratamento de pacientes com diabetes tipo 2, parece reduzir a incidência e mortalidade por câncer em pacientes diabéticos. “Alguns pesquisadores observaram, recentemente, que pacientes com diagnóstico de câncer de mama e diabetes que usavam metformina apresentavam maior chance de desaparecimento tumoral da mama (resposta patológica completa) do que as mulheres com diabetes que não usavam este medicamento ou até mesmo em relação às mulheres não diabéticas, sugerindo um efeito antineoplásico desta medicação”, explica.

Como método preventivo, tanto para o câncer, quanto para a diabetes, recomenda-se visitas regulares ao médico, a prática regular de atividades físicas, uma dieta balanceada, que se evite o ganho de peso, bem como bebidas alcoólicas e o tabagismo. Neoplasias como câncer do colo do útero, câncer de mama, câncer do cólon e do reto e câncer de próstata, têm procedimentos de prevenção e/ou diagnóstico precoce bem estabelecido.

 

* O Dia Mundial do Diabetes foi criado em 1991 pela International Diabetes Federation (IDF) em parceria com a Organização Mundial da Saúde (OMS), em resposta ao aumento do interesse em torno do diabetes no mundo.

.

Fonte

Amândio Soares – Médico oncologista e diretor da Oncomed BH.

.

Serviço

Oncomed – Centro de Prevenção e Tratamento de Doenças Neoplásicas
Funcionamento: segunda à sexta-feira, de 8h às 20h
Rua Bernardo Guimarães, 3106 – Barro Preto
Belo Horizonte – MG
www.oncomedbh.com.br

 

 

*****

 

 

 

 

 

 

Juliana Morato
Link Comunicação Empresarial
Assessora de Comunicação
juliana.morato@linkcomunicacao.com.br
(31) 2126-8072 / (31) 9815-5467 (31) 9809-3471




Se você gostou deste artigo, deixe um comentário abaixo e considere
cadastrar nosso RSS, para ser notificado nas próximas atualizações do blog.

Comentários

Nenhum comentário.

Os comentários estão encerrados.