Câncer de próstata – diagnóstico precoce é o melhor remédio

Instituto Brasileiro de Controle do Câncer (IBCC) fala da importância do diagnóstico precoce do câncer de próstata no mês marcado pela conscientização da doença

 

Novembro é o mês dedicado ao câncer de próstata, o segundo mais comum entre os homens, atrás apenas do câncer de pele não-melanoma e que somente em 2012 atingiu mais de 60 mil homens no Brasil, segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca). O Instituto Brasileiro de Controle do Câncer (IBCC) alerta que é possível diagnosticar precocemente o câncer de próstata. “A melhor forma de detectar a doença logo no início é fazer os exames anuais, principalmente os homens com mais de 50 anos”, explica dr. Adriano Francisco Cardoso Pinto.

Os sintomas na fase inicial são silenciosos e parecidos com o crescimento benigno da próstata, como dificuldade de urinar e necessidade de urinar mais vezes durante o dia e à noite. Já na fase avançada, pode provocar dor nos ossos, infecção generalizada e insuficiência renal. Os exames mais usados para detectar o tumor são toque retal e o Antígeno Prostático Específico (PSA, do inglês). Nos casos de alguma alteração, o médico solicitará uma biopsia, que poderá ser guiada pela ultrassonografia e assim confirmar o diagnóstico.

O tratamento mais indicado para o câncer de próstata é a cirurgia radical (prostatectomia), com índice de cura de 96%. Quimioterapia e/ou Radioterapia também podem ser solicitadas pelo médico. “É importante frisar que se o diagnostico de câncer de próstata for constatado precocemente, as chances de cura são altas, porque o tumor estará localizado dentro da próstata, ou seja, não terá se espalhado pelo corpo. Dessa forma, o tratamento é menos agressivo. Visitas regulares ao urologista são essenciais no diagnóstico precoce da doença”, finaliza Dr. Cardoso.

 

Fonte

Adriano Francisco Cardoso Pinto – chefe do Departamento de Urologia do IBCC.

.

Sobre IBCC

O IBCC é referência para o tratamento do câncer no Brasil, no hospital são atendidas 24 especialidades. Em 2012, o hospital realizou 95.080 consultas, 7.094 cirurgias, 6.160 internações, 13.393 exames mamográficos, 21.383 ultrassonográficos, 10.747 tomografias computadorizadas, 17.844 aplicações de quimioterapia e 32.474 sessões de radioterapia. Em 2013, o Instituto completa 45 anos.

.

*****

.

Mais informações

Activa Comunicação (11) 3068-0042
Fatima Capucci (11) 99242-7909  E-mail: fatima.capucci@activacomunicacao.com.br
Fernanda Barrelo (11) 99230-7052  E-mail: fernanda.barrelo@activacomunicacao.com.br
Thalita Battistin (11) 98142-5145  E-mail: thalita@activacomunicacao.com.br

 




Se você gostou deste artigo, deixe um comentário abaixo e considere
cadastrar nosso RSS, para ser notificado nas próximas atualizações do blog.

Comentários

Nenhum comentário.

Os comentários estão encerrados.