Câncer de mama “triplo-negativo” – nova terapia

Pesquisadores israelenses do Instituto Weizmann de Ciência desenvolveram uma terapia para o chamado câncer de mama “triplo-negativo”. Trata-se de uma doença muito agressiva e de difícil tratamento. Ela tem um forte componente genético, atingindo principalmente mulheres jovens, negras ou hispânicas e judeus ashkenazi (de origem europeia).

Este tumor é chamado câncer de mama triplo-negativo porque carece de três receptores importantes que afetam as células do câncer de mama: o receptor de estrógeno (RE); o receptor de progesterona (RP) e o receptor HER2. Por isso, o triplo-negativo não responde aos tratamentos que são eficazes contra outros tipos de câncer de mama, como o Herceptin.

O tumor poderia ser atacado com medicamentos capazes de bloquear outro receptor que está presente nas células triplo-negativas, chamado EGFR (Epidermal Growth Factor Receptor). Os anticorpos que bloqueiam o EGFR conseguem evitar o crescimento de outros tipos de tumores. Mas, até agora, essa terapia não tinha sido eficaz; os pesquisadores então propuseram utilizar simultaneamente dois anticorpos que bloqueiam o EGFR.

O grupo liderado pelos professores Yosef Yarden e Michael Sela demonstrou, em testes com camundongos, que o uso combinado de dois anticorpos contra o EGFR evita o crescimento e a disseminação de tumores triplo-negativo. Esse método se assemelha ao funcionamento natural do sistema imunológico, que também bloqueia células essenciais mediante anticorpos múltiplos.

.

Mais informações através do link:

http://israel21c.org/health/israelis-give-a-double-punch-to-triple-negative-breast-cancer/

.

*****

.

Informações

Assessoria de imprensa do Centro de Mídia Brasil-Israel (Cembri)
Ex-Libris Comunicação Integrada
Cristina Freitas (21) 2204-3230 / 9431-0001 – cristina@libris.com.br
Raphaela Gentil (21) 3072-7382 / 8014-0341 – raphaela@libris.com.br




Se você gostou deste artigo, deixe um comentário abaixo e considere
cadastrar nosso RSS, para ser notificado nas próximas atualizações do blog.

Comentários

Nenhum comentário.

Os comentários estão encerrados.