A verdade sobre o clareamento dental

Atualmente as pessoas buscam cada vez mais a perfeição estética e o clareamento dental, por proporcionar um sorriso mais bonito, mais jovem e de certa forma saudável, tem sido um dos procedimentos mais procurados no consultório odontológico

Devido a vasta disponibilidade de produtos clareadores no mercado e da simplicidade técnica, clarear os dentes ficou muito mais acessível.

Sua indicação consiste em dentes escurecidos pela idade, pelo consumo de corantes como: café, chá preto, vinho tinto, nicotina (no caso de fumantes) ou por manchas internas devido a fluorose, tetraciclina, hipoplasia do esmalte… Ou simplesmente pela insatisfação estética da cor atual. Dentes escurecidos devido ao tratamento endodôntico, também podem ser clareados, mas necessita de avaliações e cuidados especiais, pois se trata de um clareamento interno, que deve ser realizado o quanto antes se observar a alteração da cor, para um prognóstico favorável.

O clareamento está contra-indicado para gestantes ou que estão amamentando, crianças menores de doze anos, dentes hipersensíveis, pessoas alérgicas a algum componente do produto clareador e com problemas periodontais (gengiva inflamada, presença de tártaro, placa bacteriana). Portanto, está indicado para qualquer alteração de cor, causada por motivos conhecidos ou desconhecidos.

O quanto vai clarear é um fator individual de cada pessoa, além de necessitar da colaboração do paciente, para usar o produto corretamente e não consumir corantes durante o tratamento.

Após a avaliação do dentista e profilaxia dental, pode ser feito de duas maneiras, o clareamento caseiro e o clareamento realizado no consultório, que antes era realizado com luz (LED, luz halógena ou LASER), mas devido a grande penetração do produto com o risco de causar algum tipo de alteração pulpar, optou-se por só aplicar o produto com concentração mais forte e aguardar sua ação.

No clareamento caseiro, entrega-se as moldeiras de silicone individuais, confeccionadas pelo protético, e as seringas com o agente clareador, geralmente peróxido de carbamida 10%, 16% ou no máximo 22%, quanto menor a concentração maior o tempo de uso, tanto no número de horas quanto no de dias, porém a sensibilidade também é menor, quanto menor a concentração. O importante é que o resultado final é o mesmo. A média é de 4 semanas, mas enquanto estiver clareando, pode dar continuidade ao tratamento, até chegar no patamar máximo ou a cor que é satisfatória para o paciente. Nem todos os dentes atingem uma coloração branquíssima, isso é individual, pois quanto mais acinzentado o dente, mais difícil de clarear, mas todos clareiam.

Já no clareamento realizado no consultório, usamos um produto mais forte, de alta concentração, peróxido de hidrogênio a 35%. Ele é aplicado na superfície dental após o isolamento da gengiva com uma barreira gengival, para que o produto não escoe até ela, ferindo-a. Deve permanecer de 30 a 45 min e depois de removido, aplica-se um dessensibilizante, para evitar dor pós-operatória. O ideal é que se complemente com o clareamento caseiro, no mínimo durante uma semana, para fixar e estabilizar a cor.

Para o sucesso do tratamento deve-se evitar o consumo de corantes como coca-cola, café, chá preto, açaí, shoyo, catchup, mostarda, molho de tomate, beterraba, chocolate preto, etc, enquanto estiver clareando. Os fumantes devem evitar esse hábito durante o processo.

As restaurações estéticas anteriores deverão ser trocadas ou retocadas após o clareamento, pois as resinas e porcelanas não clareiam.

É comum uma certa irritação gengival e aumento da sensibilidade dental, mas terminado o tratamento, logo voltam ao normal.

O clareamento dental quando realizado de forma correta por um profissional capacitado, é um procedimento seguro e tranquilo, que não enfraquece o esmalte, não causa dano a saúde e sim aumenta a auto estima do paciente!

 

Fonte – Dra. Ana Patricia Delafiori.

.

*****

.

MCAtrês Assessoria em Comunicação e Marketing
(5511) 3427-4471 site: www.mcatres.com
Coordenadora – Renata Battaglia – renata@mcatres.com – (55 11) 7797-0216




Se você gostou deste artigo, deixe um comentário abaixo e considere
cadastrar nosso RSS, para ser notificado nas próximas atualizações do blog.

Comentários

Nenhum comentário.

Os comentários estão encerrados.