Salto Alto pode prejudicar cartilagens dos joelhos

Doença é mais comum em mulheres entre 15 e 40 anos

.

Os joelhos costumam ser vítimas de uma série de problemas, entre eles a condromalácia patelar. A doença caracteriza-se pelo desgaste da cartilagem da patela, também conhecida como rótula, impossibilitando que a pessoa execute normalmente o ato de esticar a pena, dobrar o joelho ou descer escadas e rampas. “Por causar uma lesão na cartilagem, tecido avascular que não tem capacidade regenerativa, o tratamento não é específico e varia de acordo com o grau de complicação da doença”, explica o dr. Muniz.

No caso do desgaste da cartilagem, a condromalácia afeta principalmente as mulheres jovens entre 15 e 40 anos, muitas vezes por conta da anatomia dos joelhos. Quando estes são voltados para dentro, ocorre o deslocamento da patela, que entra em contato com a lateral externa do fêmur e acaba sofrendo uma deformidade da cartilagem em seu interior. Os sintomas são dor, rangidos ou estalos na região anterior do joelho, na hora de realizar agachamentos ou em situações que envolvam a flexão das pernas. “Subir e descer escadas é uma das atividades que causa dor, por aumentar a pressão entre a patela e o fêmur”, relata dr. Muniz.

Para o diagnóstico preciso, deve-se buscar um especialista para realizar o exame clínico, por meio de radiografia e ressonância magnética. “O diagnóstico precoce é imprescindível para o tratamento. A doença tem 4 graus, podendo até causar um grande desgaste da cartilagem, levando o paciente à intervenção cirúrgica”, explica o ortopedista.

O especialista esclarece que a cirurgia pode consistir em um realinhamento patelar, conhecido por artroscopia (procedimento minimamente invasivo para tratamento dos danos do interior de uma articulação), artroplastia (colocação de uma prótese que substitui a articulação), entre outras possibilidades. Em casos menos graves, o tratamento indicado é baseado em fisioterapia, anti-inflamatório e viscosuplementação (injeção de substâncias no joelho para melhorar a nutrição da cartilagem). “Evitar o uso de sapatos de salto alto e atividades físicas em locais íngremes são atitudes que também ajudam”, relata dr. Muniz.

.

Fonte

Weldson Muniz – Médico ortopedista do Hospital Santa Luzia.

http://www.hsl.com.br
https://www.facebook.com/HospitalSantaLuzia?ref=hl

.

*****

.

Christiana Ribeiro
Imagem Corporativa
www.imagemcorporativa.com.br
www.twitter.com/icdigital
São Paulo / Rio de Janeiro / Brasília
Tel: (55 61) 3039-8101 / 3039-8102
Cel: (55 61) 8491-0038




Se você gostou deste artigo, deixe um comentário abaixo e considere
cadastrar nosso RSS, para ser notificado nas próximas atualizações do blog.

Comentários

Nenhum comentário.

Os comentários estão encerrados.