Orientação para o tratamento de um câncer

Você sabe como é um tratamento de câncer, como age a medicação e por que ela é necessária? Iremos esclarecer os conceitos, mostrar as etapas e implicações desse tratamento.

.

As formas de tratamento

O tratamento das neoplasias pode ser realizado através de vários métodos, muitas vezes em conjunto, como quimioterapia, cirurgia, radioterapia, hormonioterapia e imunoterapia. O tipo de tratamento, o período e formato dependem de fatores como a localização e estágio de desenvolvimento da neoplasia, além de fatores relacionados ao paciente, como idade e condições gerais de saúde. É o seu médico quem irá discutir com o paciente e a família sobre as possibilidades terapêuticas que melhor se apliquem ao caso.

.

Os ciclos de medicação e a duração do tratamento

O tratamento é realizado em ciclos e tem duração variável, de acordo com os medicamentos utilizados. Cada ciclo de medicação é seguido por um período de descanso de alguns dias ou semanas, para que o organismo se recupere de qualquer efeito adverso proveniente do tratamento. O número total de ciclos e a duração do tratamento serão definidos com o médico, de acordo com o quadro clínico do paciente.

.

As reações adversas

O tratamento oncológico exige a utilização de medicamentos muito potentes que, ao agir nas células doentes acabam afetando também células normais e causando o que chamamos de efeitos adversos. São sintomas não desejados e desagradáveis que podem aparecer nos tratamentos. Lembre-se que cada organismo reage de uma forma diferente, portanto, uma pessoa pode sentir ou não os efeitos adversos e em graus leves ou mais severos. Eles variam também de acordo com os medicamentos previstos no tratamento. De uma forma ou de outra, o médico e/ou a enfermeira devem sempre ser informados sobre os sintomas apresentados e o tempo de duração dos mesmos. As principais áreas do corpo que podem ser afetadas pelo tratamento são aquelas onde as células normais se reproduzem mais rapidamente, como boca, sistema digestivo, pele, cabelo e medula óssea.

Obs.: A maioria dos efeitos é temporário e desaparece com o término do tratamento.

.

Principais reações

* Náuseas e vômitos
* Falta de Apetite
* Feridas na Boca
* Diarreia
* Prisão de Ventre
* Sangramentos
* Anemia e Fadiga
* Infecções
* Alterações sobre a pele e as unhas
* Queda de Cabelo
* Extravasamento
* Alterações Urinárias
* Efeitos neurológicos
* Efeitos sobre o coração
* Efeitos sobre a Fertilidade

.

Sintomas que merecem cuidados imediatos

* Dificuldade na visão (visão dupla ou borrada)
* Falta de ar ou dificuldade respiratória
* Vômitos de difícil controle
* Dificuldade de controlar a urina
* Sangramento em qualquer região, que persista por tempo mais prolongado
* Aparecimento de manchas na pele logo em seguida à medicação, acompanhada de dor, irritação ou queimação
* Dor de aparecimento súbito e de forte intensidade, principalmente se não existia anteriormente
* Febre (temperatura igual ou maior que 37,8ºC)

.

Foante

Médicos oncologistas da Oncomed – Belo Horizonte.

.

*****

 

Juliana Morato
Link Comunicação Empresarial
Assessora de Comunicação
juliana.morato@linkcomunicacao.com.br
(31) 2126-8072 / (31) 9815-5467

 




Se você gostou deste artigo, deixe um comentário abaixo e considere
cadastrar nosso RSS, para ser notificado nas próximas atualizações do blog.

Comentários

Nenhum comentário.

Os comentários estão encerrados.