Cuidado redobrado no Carnaval: acidente de trânsito é a principal causa de politraumatismos

Em 2012, durante o feriado prolongado de folia, o aumento do número de feridos foi de 5% em relação ao ano anterior

.

O Carnaval é um dos principais feriados no Brasil e movimenta um número alto de veículos pelas estradas nacionais. Por isso, os cuidados e a atenção neste período devem ser redobrados. Segundo dados divulgados pela Polícia Rodoviária Federal, o número de acidentes e mortes reduziu em 20% e 12%, respectivamente, em comparação a 2011. Já no caso do número de feridos houve um crescimento de 5% e é dentro desta estatística que se encontra uma das principais causas de politraumatismos – duas ou mais lesões graves que podem atingir o mesmo ou diferentes órgãos e tecidos de uma pessoa.

Segundo o Dr. Celso Vilella Matos, “nestes acidentes frequentemente ocorrem traumatismos no crânio e/ou lesões medulares, por exemplo. Para estes casos, muitas vezes os pacientes terão que enfrentar longo tratamento de reabilitação para tentar restabelecer alguma funcionalidade de membros como braços e pernas, que poderão apresentar espasticidade, ou seja, ficam esticados e rígidos.”

O médico também explica que esta situação pode causar incapacidade do paciente para as atividades da vida diária como comer, se vestir e até mesmo escrever, além de dor, dificuldade de caminhar e diminuição do bom aproveitamento durante os exercícios de reabilitação. “Não existem dados específicos, mas acreditamos que entre 35% a 50% das pessoas que sofrem acidentes terão algum grau de incapacidade. O que muita gente ainda desconhece é que, para nos auxiliar no tratamento de reabilitação, utilizamos a toxina botulínica do tipo A”, explica.

O medicamento auxilia no relaxamento do membro, fazendo com que o paciente sinta menos dor e consiga ter um aproveitamento melhor durante o processo de reabilitação. “Isso aumenta a possibilidade do paciente, em alguns casos, executar os movimentos e retornar às atividades cotidianas”, comenta Dr. Vilella.

Para a sociedade, o impacto de um acidente de trânsito não acontece somente na vida do acidentado, mas sim na economia como um todo, porque inclui afastamento do trabalho e gastos do SUS para estes tratamentos. De acordo com dados divulgados em setembro do ano passado pelo Ministério da Saúde, em 2011, foram internadas em hospitais da rede pública 153.565 vítimas de acidentes de trânsito, o que gerou um gasto de R$ 200 milhões aos cofres públicos.

É consenso entre os especialistas: a prevenção é a melhor maneira de evitar acidentes e consequentemente lesões. Para evitar tais situações desagradáveis, alguns cuidados devem ser seguidos como: não ingerir bebidas alcoólicas antes de dirigir, respeitar os limites de velocidade estabelecidos, utilizar os acessórios de segurança como o cinto de segurança, capacetes para os motociclistas e as cadeirinhas de bebê sempre correspondentes à idade e tamanho da criança.

.

Dados divulgados pela Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT) demonstraram o seguinte cenário:

* A redução de cinco quilômetros por hora, na velocidade média, já consegue diminuir em 30% os acidentes fatais;
* O uso de capacete reduz em 40%;
* O cinto de segurança em 65%;
* A cadeirinha infantil reduz em 70% o número de mortes de crianças e em 80% as fatalidades com bebês.

No caso de acidentes com vítimas, o mais importante é não tentar remover a vítima presa nas ferragens sem estar preparado, e ligar imediatamente para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) – 192.

.

Fonte

Celso Vilella Matos – Médico fisiatra e presidente do Departamento de Medicina Física e Reabilitação da Associação Paulista de Medicina.

.

*****

.

Mais informações

Burson-Marsteller Brasil
Mabel Santos | mabel.santos@bm.com | 11 3094-2297
Fabiana Delgado | fabiana.delgado@bm.com | 11 3094-2242
Mariana Cooke | mariana.cooke@bm.com | 11 3094-2263

Mabel Santos| Healthcare | Burson-Marsteller Brasil
* Chedid Jafet, 222 – Bloco C – 5° andar – CJ. 52 – 04551-065 – São Paulo – SP
( +55 (11) 3094-2297 | 2241 (fax)
š mabel.santos@bm.com
www.bm.com




Se você gostou deste artigo, deixe um comentário abaixo e considere
cadastrar nosso RSS, para ser notificado nas próximas atualizações do blog.

Comentários

Nenhum comentário.

Os comentários estão encerrados.