04/02 – Dia Mundial do Câncer

Apesar da alta incidência de casos, o câncer pode ser evitado com a adoção de alguns hábitos
Conheça o documento que reúne os principais

.

O câncer é hoje a segunda doença que mais causa mortes no Brasil e no mundo, perdendo apenas para as doenças cardiovasculares. Sim, a doença se tornou um evidente problema de saúde pública mundial e, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), até 2030, podem-se esperar 27 milhões de casos incidentes de câncer, 17 milhões de mortes por câncer e 75 milhões de pessoas vivas, anualmente, com câncer. O maior efeito desse aumento vai incidir em países de baixa e média rendas. É, os números assustam!

No Brasil, as estimativas para o ano de 2012 – que também serão válidas para 2013 – apontam a ocorrência de aproximadamente 518.510 novos casos de câncer, incluindo os casos de pele não melanoma, reforçando a magnitude do problema do câncer no país. Sem os casos de câncer da pele não melanoma, estima-se um total de 385 mil casos novos. Os tipos mais incidentes serão os cânceres de pele não melanoma, próstata, pulmão, cólon e reto e estômago para o sexo masculino; e os cânceres de pele não melanoma, mama, colo do útero, cólon e reto e glândula tireoide para o sexo feminino.

São esperados um total de 257.870 casos novos para o sexo masculino e 260.640 para o sexo feminino. Confirma-se a estimativa que o câncer da pele do tipo não melanoma (134 mil casos novos) será o mais incidente na população brasileira, seguido pelos tumores de próstata (60 mil), mama feminina (53 mil), cólon e reto (30 mil), pulmão (27 mil), estômago (20 mil) e colo do útero (18 mil).

Em países com grande volume de recursos financeiros, predominam os cânceres de pulmão, mama, próstata e cólon. Em países de baixo e médio recursos, os cânceres predominantes são os de estômago, fígado, cavidade oral e colo do útero. Mesmo na tentativa de se criar padrões mais característicos de países ricos em relação aos de baixa e média rendas, o padrão está mudando rapidamente, e vem-se observando um aumento progressivo nos cânceres de pulmão, mama e cólon e reto, os quais, historicamente, não apresentavam essa importância e magnitude.

Entretanto, na contramão do avanço da doença, o índice de cura tem aumentado substancialmente. Há 50 anos, o índice de mortalidade era de 70%. Hoje, mais de 50% dos doentes conseguem se curar. E esse número poderia ser reduzido ainda mais se houvesse alterações em alguns hábitos de vida, como o fumo, sedentarismo e alimentação não saudável.

.

A prevenção continua sendo o melhor caminho para se evitar a doença. Confira as recomendações do Fundo Mundial para Pesquisas de Câncer para prevenção da doença:

1. Gordura corporal – Mantenha-se o mais magro possível, sem ficar abaixo do peso.

2. Atividade física – Mantenha-se fisicamente ativo, por pelo menos 30 minutos todos os dias.

3. Alimentos e bebidas  que promovem o ganho de peso – Evite bebidas açucaradas (refrigerantes, sucos artificiais) e limite o consumo de alimentos e bebidas de alto valor calórico.

4. Alimentos de origem vegetal – Coma mais alimentos de origem vegetal, como hortaliças, frutas, cereais e grãos integrais.

5. Alimentos de origem animal – Limite o consumo de carnes vermelhas e evite carnes processadas (embutidos em geral).

6. Bebidas alcoólicas – Limite o consumo de bebidas alcoólicas. Se for consumir bebidas alcoólicas, limite-as a duas doses ao dia se for homem e a uma dose se for mulher.

7. Preservação, processamento e preparo – Limite o consumo de alimentos salgados e de comidas industrializadas com sal. Cuidado com cereais e grãos mofados.

8. Suplementos alimentares – Não use suplementos alimentares para se proteger contra o câncer. Ter como objetivo o alcance das necessidades nutricionais apenas por intermédio da alimentação.

9. Amamentação – Amamente as crianças até os seis meses. As mães devem amamentar e as crianças devem ser amamentadas.

10. Sobreviventes do câncer – Siga as recomendações de prevenção do câncer.

.

Serviço

Oncomed – Centro de Prevenção e Tratamento de Doenças Neoplásicas
Funcionamento: segunda à sexta-feira, de 8h às 20h
Telefone: 31 3299 1300
Rua Bernardo Guimarães, 3106 – Barro Preto
Belo Horizonte – MG
www.oncomedbh.com.br


*****

Juliana Morato
Link Comunicação Empresarial
Assessora de Comunicação
juliana.morato@linkcomunicacao.com.br
(31) 2126-8072 / (31) 9815-5467




Se você gostou deste artigo, deixe um comentário abaixo e considere
cadastrar nosso RSS, para ser notificado nas próximas atualizações do blog.

Comentários

Nenhum comentário.

Os comentários estão encerrados.