Exagerou nas festas de final de ano? É hora de correr atrás do prejuízo e voltar para uma alimentação mais saudável

É difícil manter uma dieta regrada e conter as tentações diante dos saborosos e calóricos pratos das festas de final de ano. Portanto, o mais indicado é render-se a essas delícias com moderação. Não é necessário passar vontade ou deixar de saborear as diferentes preparações, desde que seja em pequenas quantidades, dando preferência para os alimentos mais leves e que já fazem parte do dia a dia.

“O ideal é que os excessos sejam evitados, quando não, é indicado fazer refeições pequenas e leves nos próximos dias. Preferir os alimentos naturais como, frutas, legumes e verduras e abusar dos líquidos”, orienta a nutricionista Fátima Corradini.

Segundo a nutricionista, o panetone, apesar de muito calórico, não é necessário tirá-lo do cardápio. Ele pode ser consumido moderadamente, por exemplo, substituindo o pão francês no café da manhã. Já o lombo e chester são carnes bem magras e contribuem para um cardápio menos calórico, enquanto o pernil já é mais calórico e deve ser consumido em pequena quantidade.

As frutas cristalizadas são mais calóricas do que as frescas, e podem ser substituídas ou consumidas em pequenas porções. Gelatinas em diversas preparações são alternativas criativas para contornar os doces. Oferecer um banquete de frutas na ceia sempre é uma opção saudável e econômica.

Passado o período das festas e confraternizações, é hora de começar o ano com o pé direito e voltar à rotina saudável, livre dos excessos cometidos. “Sucos de fruta a base de água de coco são uma boa opção para desintoxicar, além de refrescantes, são nutritivos. Algumas receitas sugerem verduras como couve ou até mesmo beterraba ou cenoura, que misturados a diversas frutas, enriquecem, dão cor e sabor aos sucos. Mas o líquido é o ator principal na tarefa de desintoxicar, sem deixar de ingerir água, que é fundamental”, afirma a nutricionista.

Para recuperar a forma e gastar as calorias não desejadas, basta voltar a ter uma alimentação balanceada, reduzir as quantidades e praticar exercícios físicos. O verão favorece o consumo de alimentos mais leves, digeridos facilmente e evitam desconfortos intestinais.

Já para quem extrapolou também na bebida alcoólica, é indicado evitar alimentos ricos em gorduras, que sobrecarregam o fígado, ocupado em metabolizar as toxinas ingeridas na alimentação pesada.

.

Dicas especiais para as próximas ceias

* Não fique sem comer durante o dia, esperando para se esbaldar na hora na ceia. Coma o necessário, principalmente porque a ceia acontece poucas horas antes de dormir e, além de atrapalhar o sono, pode engordar.

* Não prepare comida em exagero para que os pratos não sobrem. Repetir o cardápio pesado em outras refeições torna mais difícil o reequilíbrio do corpo.

.

Fonte

Fátima Corradini – Supervisora de Gastronomia e Nutrição do Hospital e Maternidade São Cristóvão.

 

*****

.
Camila Duran| Relações com a Mídia
Máquina Public Relations
Tel.: 55 11 3147 7900 • Ramal 7929
Cel.: 55 11 98620 0930
www.grupomaquina.com
blog.grupomaquina.com
twitter.com/GrupoMaquina
www.facebook.com/MaquinaPR

 




Se você gostou deste artigo, deixe um comentário abaixo e considere
cadastrar nosso RSS, para ser notificado nas próximas atualizações do blog.

Comentários

Nenhum comentário.

Os comentários estão encerrados.