Prótese mamária – vermelhidão e dor podem indicar rompimento da prótese

Os implantes têm vida útil e, passado um tempo, eles precisam ser trocados. No entanto, qual é o sinal de que esta troca se faz necessária? De acordo com o Dr. Luiz Mendonça Pereira, calor na região, dor e vermelhidão são as indicações mais evidentes de que a bolsa se rompeu.

Afinal, considera-se que houve uma ruptura da prótese quando isso ocasiona o rompimento da membrana que envolve o implante e, sequencialmente, observa-se o extravasamento do seu conteúdo. “Essa ruptura pode ser intracapsular (o silicone fica contido pela cápsula fibrosa que envolve a prótese) ou extracapsular (o silicone extravasa para fora da cápsula fibrosa) e, neste caso, segue em direção ao parênquima mamário, podendo migrar para a rede linfática”, explica o médico.

Em alguns episódios, os sinais e sintomas de uma ruptura podem ser inexistentes. Porém, sinais inflamatórios locais, deformidades das mamas, presença de nódulos axilares, e sintomas como desconforto e dor podem ajudar no diagnóstico. “É fundamental que a paciente procure um cirurgião para avaliação clínica e realização de exames de imagem complementares”, ressalta.

Estes exames são capazes de identificar o que é silicone do que pode ser tumor ou uma lesão. “Pode ser solicitado um ultrassom ou uma ressonância magnética para confirmar e avaliar a ruptura das próteses”, explica o especialista. A ressonância magnética oferece mais sensibilidade (cerda de 95%) para detectar rupturas, já o ultrassom conta com 60% dessa sensibilidade. Por isso, a recomendação do FDA é de que pacientes com próteses de silicone façam uma ressonância magnética de mama a cada dois anos a partir do terceiro ano da cirurgia, monitorando e prevenindo o problema.

Afinal, não existe uma regra estabelecida para a troca das próteses. Isso costuma acontecer quando há uma insatisfação estética, contratura capsular importante ou ruptura. “No caso de ruptura da prótese, a cirurgia não é um procedimento de urgência, pois as consequências do silicone extravasado pioram após meses, e não em dias”, garante o médico.

Fonte

Luiz Mendonça Pereira (CRM-114141) – Médico Cirurgião Plástico da Clínica Bertolini.

*****

 Sacha Silveira Assessoria de Comunicação

MTB – 51.948-SP
Tel – (11) 2592-5934/2679-4437/8949-3747
Endereço – Avenida Conselheiro Rodrigues Alves, 1239
Site – http://www.sachasilveira.com.br
E-mail – sachasilveira@sachasilveira.com.br




Se você gostou deste artigo, deixe um comentário abaixo e considere
cadastrar nosso RSS, para ser notificado nas próximas atualizações do blog.

Comentários

Nenhum comentário.

Os comentários estão encerrados.