Dia das Crianças – para cada idade, um brinquedo

Se a variedade é imensa, na hora de escolher o brinquedo para dar aos pequenos no Dia das Crianças leve em consideração o desenvolvimento que o presente poderá atribuir-lhes de acordo com sua idade!
 
Atualmente, uma gama de brinquedos está disponível para escolha dos pais com o intuito de estimular na faixa etária. Apesar de alguns itens serem mais caros do que há alguns anos, hoje os brinquedos são estudados pela Sociedade Brasileira de Pediatria, pela Academia Americana de Pediatria e certificado pelo Inmetro, o que faz valer a pena o gasto a mais pelo cuidado com a segurança e estímulo para o desenvolvimento.
 
Segundo o Dr. Marcelo Reibscheid, o brinquedo ideal será o que melhor se adequar à maturidade da criança. “De qualquer forma, é importante deixar que o filho tenha participação na escolha do presente. Se não for aprovado pelos pais, outras opções podem ser oferecidas”.
 
Famílias que tem filhos com boa diferença de idade devem redobrar os cuidados com as peças pequenas que desmontam em alguns brinquedos. O brinquedo para uma criança de 6 anos, por exemplo, não deve ser oferecido a um irmão mais novo de 3 anos.
          
 
Veja só as dicas do pediatra para cada idade
 
* Bebês de 0 a 5 meses – Brinquedos que estimulem principalmente a visão, tato e audição como, por exemplo, livros ilustrados.
 
* Entre 6 meses e 1 ano  – Quando crescem um pouco, as crianças já necessitam de outros estímulos. Sendo assim, artigos que emitam sons e jogos de encaixe são grandes aliados.
 
* De 1 a 3 anos – A criança já pode ganhar as tradicionais bonecas, carrinhos e bichos de pelúcia. Nessa etapa, o controle motor e a interação com o ambiente já estão muito fortalecidos. Por isso, é um momento muito criativo para estimular a linguagem e as brincadeiras dentro e fora de casa. Nesta fase, o médico recomenda muita atenção em relação às partes pequenas dos brinquedos, que podem ser engolidas, já que até os 3 anos as crianças costumam levar objetos à boca!
 
* Entre 3 e 6 anos – É o momento de estimular a criatividade! Massinhas de modelar, games eletrônicos e brinquedos educativos são bem recomendados.
 
* A partir dos 6 anos – Meninos e meninas já podem praticar esportes coletivos e estão prontos para assumir pequenas responsabilidades, pois apresentam maior maturidade. Além disso, inicia-se nessa idade a alfabetização. “Sugira alguns brinquedos pedagógicos e jogos de tabuleiros que possam ser divertidos”, diz o Dr. Marcelo. Levando-se em consideração o aprendizado, é melhor oferecer brinquedos que podem ser utilizados por vários amiguinhos ao mesmo tempo ou aqueles que a criança pode brincar sozinha.
 
Segundo o pediatra, é importante fazer uma mescla de brinquedos e jogos que possam ser usados de forma individual, para podermos estimular esta parte e também demonstrar a independência das crianças. “Mas também são importantes jogos e brinquedos para serem utilizados em grupo, para ensinarmos a dividir os objetos e mostrar que existe o individual e o coletivo e, ainda, mostrar que às vezes perdemos”.
       

Fonte

Marcelo Reibscheid – Médico pediatra do Hospital e Maternidade São Luiz e criador do portal Pediatria em Foco (www.pediatriaemfoco.com.br).
       

*****
             

Mais informações

Fernanda Ayres
Coordenadora de Comunicação

(11) 9-8100-5905
(11) 9-6476-9898
(11) 9-9823-5402

Skype: fe.ayres2

www.pediatriaemfoco.com.br
www.cmanaliafranco.com.br

https://www.facebook.com/pediatriaemfoco
https://www.facebook.com/CentroMedicoAnaliaFranco
 




Se você gostou deste artigo, deixe um comentário abaixo e considere
cadastrar nosso RSS, para ser notificado nas próximas atualizações do blog.

Comentários

Nenhum comentário.

Os comentários estão encerrados.