Alimentação das mulheres na fase da amamentação

Se durante a gestação, as futuras mamães já se preocupam com a alimentação, com o intuito de oferecer a melhor forma de nutrição a seus bebês, logo após o nascimento, durante a fase da amamentação, esses cuidados devem permanecer. É o que indica a  Dra. Yolanda Schrank. Aqui, ela lista algumas dicas para as mulheres que estão passando por esta fase.

Segundo a especialista, durante a amamentação é desaconselhável iniciar uma dieta para emagrecer, o que poderia comprometer a produção de leite e até prejudicar a nutrição do bebê. Nesse período, a mãe necessita de uma alimentação equilibrada, com cerca de 2500 calorias por dia. Para as mães preocupadas com os quilos ganhos durante a gravidez, uma boa notícia “A amamentação ajuda a emagrecer, pois queima calorias”, diz Dra. Yolanda.

Não há um cardápio pré-determinado que deva ser seguido à risca, segundo a especialista. O ideal é que a mãe se alimente de forma saudável, várias vezes ao dia, adicionando generosas doses de líquidos. “É importante ingerir ao menos dois litros de água por dia, o que não é muito difícil nessa fase, uma vez que a mulher costuma sentir muita sede durante a produção de leite”, explica a endocrinologista.

Uma alimentação rica em carnes brancas magras, legumes, verduras, cereais, alimentos ricos em cálcio (vegetais verdes escuros, leite e derivados) e frutas é a mais recomendada. A ingestão de peixes, linhaça e outros alimentos fontes de ômega 3, no mínimo duas vezes por semana, garante os níveis do ácido graxo essencial  no leite materno.

Para as mães vegetarianas, um alerta especial: é preciso redobrar os cuidados com a alimentação e se certificar de estar ingerindo vitaminas e minerais suficientes para nutrir o bebê.

Uma dúvida constante paira sobre o uso de adoçantes e produtos ligth. Não existe consenso sobre os malefícios dessas substâncias para a saúde da criança, de qualquer forma a recomendação é fazer um uso leve ou moderado dessas substâncias.

Bebidas, álcool e remédios não combinam com amamentação. A mãe que amamenta deve lembrar sempre que essas substâncias, além de causar prejuízos ao próprio organismo, podem afetar o organismo do bebê, por meio do leite materno.

“É importante lembrar que a consulta com um médico especialista ou nutricionista é a opção mais recomendada para quem deseja elaborar um cardápio saudável, com refeições e lanches saudáveis”, finaliza a endocrinologista do Pasteur.
           

Fonte

Yolanda Schrank – Médica endocrinologista do Pasteur Medicina Diagnóstica.
          

*****
               

Imagem Corporativa

Renata Dias
Imagem Corporativa
www.imagemcorporativa.com.br
www.twitter.com./icdigital
Tel:  (55 61) 3039-8101 / 3039-8102

 




Se você gostou deste artigo, deixe um comentário abaixo e considere
cadastrar nosso RSS, para ser notificado nas próximas atualizações do blog.

Comentários

Nenhum comentário.

Os comentários estão encerrados.