Cabelos – entenda as mudanças dos fios durante a gestação

Durante a gravidez os hormônios femininos ficam desestabilizados causando uma série de modificações no corpo e no psicológico da gestante. Uma das principais mudanças ocorre nos cabelos. Mas, calma! Nem sempre essa mudança é para a pior, como você possivelmente está pensando.

Algumas mulheres vislumbram um cabelo mais firme, sadio e brilhante, enquanto outras descobrem fios mais mortiços e mais finos. “É o aumento ou a diminuição de taxas hormonais no corpo da mulher que vão definir a qualidade e a consequente beleza dos cabelos”, explica o Dr. Fernando Passos de Freitas.

A explicação é simples. Se você pertence ao grupo das grávidas de sorte e está com o cabelo mais forte e brilhante, possivelmente houve um aumento do hormônio estrogênio no seu corpo.  Esse hormônio melhora o metabolismo, provocando um aumento do fluxo de nutrientes por todo o corpo. O estrogênio também estimula os folículos capilares, inibindo a queda e favorecendo o crescimento dos fios.

“Durante a gravidez, é comum também a gestante se preocupar com a qualidade da alimentação. Não é incomum algumas utilizarem complementos alimentares com vitaminas e minerais. Essa gama de nutrientes também favorece a qualidade capilar”, explica o médico.

Agora, se ocorrer o contrário e seus cabelos genuinamente belos começarem a mudar de textura ou de formato (mudando do liso ao encaracolado ou do volumoso ao mais rasteiro), não tem jeito. Significa que os hormônios da gravidez chegaram ao córtex cerebral, o responsável pela estrutura do cabelo.

“Quando isso ocorre, o recomendável é assumir o novo visual. É temporário e tudo voltará ao normal, tão logo os hormônios se afinarem novamente”, explica o Dr. Fernando P. Freitas.

Em hipóstese alguma tente voltar a ter o seu visual de antes utilizando produtos químicos ou tintura. O recomendável e mais saudável é conviver com a mudança, investindo em assessórios que irão favorecer o seu novo “look”.

Um opção é utilizar cremes neutros que poderão lhe trazer temporariamente o seu visual antigo. O mercado hoje dispõe de óleos anti-frizz e até máscaras alisadoras livres de química. Mas, claro, antes de qualquer aplicação é importante informar ao seu médico sobre a procedência do produto.

De qualquer forma, um cuidado extra com o couro cabeludo nunca fará mal e poderá ajudar a manter a qualidade dos fios. Uma dica são as massagens que podem ser feitas quizenalmente no salão de sua preferência. A recomendação sobre a qualidade dos produtos e a sua insenção química continua valendo. Alguns produtos são recomendáveis durante a gravidez, como os óleos a base de lavanda, sândalo e parchoulu.

As futuras mães que não mantém bons hábitos alimentares ou sofrem com enjôos demasiados, e que começarem a sofrer com a má qualidade capilar, devem ter atenção redobrada.

Se após o nascimento do bebê, o cabelo, antes vigoroso e forte, começar a cair, não se preocupe. É natural que nos primeiros meses após a gestação os fios caiam. Isso ocorre devido a necessidade de um ajuste hormonal que o próprio corpo precisa fazer. De qualquer forma, cada organismo reage diferente a uma gravidez e qualquer alteração nos cabelos é meramente temporária.
      

Fonte

Fernando Passos de Freitas – Médico dermatologista.
www.drfernandofreitas.com.br
             

*****

Sacha Silveira Assessoria de Comunicação
MTB – 51.948-SP
Tel –  (11) 2592-5934/2679-4437/8949-3747
Endereço – Avenida Conselheiro Rodrigues Alves, 1239
Site – http://www.sachasilveira.com.br
E-mail – sachasilveira@sachasilveira.com.br




Se você gostou deste artigo, deixe um comentário abaixo e considere
cadastrar nosso RSS, para ser notificado nas próximas atualizações do blog.

Comentários

Nenhum comentário.

Os comentários estão encerrados.