Alimentação saudável para antes e depois da atividade física

O envelhecimento geralmente é visto como um período de declínio físico e mental. As dificuldades ocasionadas pela idade assustam. As doenças que surgem sigilosamente ainda na adolescência se manifestam no momento mais delicado da vida, justamente no ciclo onde os cuidados precisam ser redobrados. No entanto, todo mundo quer chegar à fase da melhor idade sem dores e com uma saúde de ferro. Por isso a alimentação e a prática de exercícios físicos precisam ser adotadas ainda na juventude. Elas contribuem fervorosamente para a boa qualidade de vida.

As principais patologias que acompanham os idosos são: pressão alta, derrame, osteoporose, infarto, mal de Alzheimer e mal de Parkinson. A atividade física exerce uma grande influência no tratamento dessas doenças. O cardápio também precisar ser reajustado de acordo com a carência fisiologia de cada indivíduo.

Num contexto geral, todas essas fatalidades dependem de como você leva seu estilo de vida, então antes que esses males apareçam, é bom começar a se preocupar o quanto antes com o seu bem-estar. “A alimentação balanceada e a prática de exercícios são fundamentais em qualquer idade, mas para os idosos é imprescindível”, diz a Dra Liliane Oppermann.

Sabe-se que nesse estágio acontecem alterações na estrutura óssea, no paladar, nas articulações, entre outras, por isso é preciso fazer uma manutenção na saúde para garantir um envelhecimento tranquilo e saudável. “Praticar somente atividade física não significa estar com a saúde em perfeita ordem. É preciso também uma nutrição correta para antes e depois da prática esportiva, pois os alimentos adequados dão energia e vigor e diminuem as chances do aparecimento de doenças cardíacas”, comenta Dra Liliane .

Uma dieta apropriada para cada tipo de atividade prepara o organismo e proporciona mais longevidade. E para entrar no pique total a Dra Liliane Oppermann salienta que é importante o idoso ingerir alimentos ricos em cálcio e colágeno.

Como o nosso organismo produz menos proteínas nessa fase, o idoso precisa comer o maior número delas para conseguir manter a formação dos músculos. Então consuma antes da atividade física carnes magras, feijão, soja, ervilhas, lentilha, peixes. Esses alimentos reforçam o sistema imunológico.

Evite fazer ingestão abusiva de calorias e gorduras. A partir dos 55 anos o metabolismo fica mais lento mesmo com a prática de exercícios. O ideal é comer moderadamente castanhas, milho, abacate, pão e arroz integral.

A menos que tenha alguma restrição médica, os alimentos que contenham vitaminas e minerais estão liberados. Varie as porções de verduras e legumes. Adote o hábito de ingerir três tipos de frutas durante o dia, assim é possível diversificar as vitaminas e minerais que vão circular pelo corpo.

Após as atividades, coma bastante fibra, elas dão energia: semente de girassol, linhaça, folhas verdes, germe de trigo e avia.

E não se esqueça da água! A necessidade de hidratação do corpo vai aumentando conforme a idade, e o idoso costuma não sentir sede. Se a água for alcalina melhora o ph do organismo que é importante para manter funções metabólicas e absorção de nutrientes.

A água é importante em qualquer momento, seja antes, durante ou depois da prática esportiva.

Preste atenção na sua alimentação e veja como o seu corpo irá agradecer.

Fonte

Liliane Oppermann – Médica Nutróloga.
www.doutoraliliane.com.br 
                        

*****

 
Sacha Silveira Assessoria de Comunicação
MTB – 51.948-SP
Tel –  (11) 2592-5934/2679-4437/8949-3747
Endereço – Avenida Conselheiro Rodrigues Alves, 1239
Site – http://www.sachasilveira.com.br
E-mail – sachasilveira@sachasilveira.com.br




Se você gostou deste artigo, deixe um comentário abaixo e considere
cadastrar nosso RSS, para ser notificado nas próximas atualizações do blog.

Comentários

Nenhum comentário.

Os comentários estão encerrados.