Atletas de fim de semana sofrem mais lesões nos joelhos

Alongamentos

Nem só os atletas precisam se preocupar com os joelhos
           

Comum em jogadores profissionais de futebol, por conta da sobrecarga de exercícios, os problemas nessa parte do corpo podem acometer com maior frequência os esportistas de fim de semana, alerta o Dr. Alexandre Campello. 

O joelho é maior articulação do corpo humano, e devido a sua posição central, está mais exposto a lesões, tanto por traumas diretos (contusões e fraturas), quanto por forças indiretas (torções). Segundo o Dr. Campello, quem pode sofrer com esses traumas são os homens que jogam futebol no domingo e mulheres que correm para perder peso no sábado de manhã, por exemplo. “O problema é que geralmente essas pessoas não têm condicionamento físico, estão acima do peso e realizam os exercícios de forma inadequada”.

A empresária Cristina Gonçalves, tem um caso que não é regra à exceção. Por lazer, ela sempre correu de uma a duas vezes por semana sem o aquecimento adequado e acabou rompendo o ligamento lateral do joelho esquerdo. “No momento, senti um estalo e, a partir daí, começou a doer”, lembra. Depois de dois dias com dor, foi ao médico, que imobilizou sua perna por uma semana. Resultado: cinco sessões de fisioterapia e quatro meses sem praticar esportes, principalmente corrida. “Voltei há pouco tempo, mas uso uma joalheira especial, que deixa o joelho mais firme, e não me esforço muito”, conta.

Exercícios aeróbicos

O excesso de exercícios acima da capacidade física, também é outro grande vilão causador de lesões e dores nas articulações. De acordo com o Dr. Alexandre Campello, é de suma importância estabelecer uma rotina de exercícios sem sobrecarga e com espaço para o descanso dos músculos e articulações, evitando futuras lesões. “Todas as atividades, individuais ou coletivas, como o futebol, voleibol ou basquete, requerem um preparo físico prévio que incluem: treinos aeróbicos, fortalecimento muscular e principalmente alongamentos. Os sedentários que desejam iniciar uma atividade devem fazer uma avaliação completa com cardiologistas, ortopedista, nutricionista e preparador físico, evitando assim, problemas nas articulações. Muito treino requer muito descanso”.
                     

Se você também é um atleta de fim de semana, fique de olho nas recomendações do Dr. Campello para realizar sua atividade física de forma segura e evitar lesões:

1. Não é recomendado praticar atividade física somente nos finais de semana. É importante praticar pelo menos três vezes por semana, de forma moderada e nunca um esporte competitivo, pois aumenta o risco de lesões.

Exercícios de baixo impacto

2. Você pode deixar de ser sedentário praticando 30 minutos de atividade física moderada diariamente. Dance, leve o cachorro para passear, caminhe. Tudo é válido para movimentar-se. Para quem tem mais de 50 anos, a caminhada é o exercício mais indicado e deve ser feito em local plano, sem muito sol, constantemente, desde que não seja obeso mórbido, esses devem fazer atividades com bicicletas, na água, que tem pouco atrito.

3. A escolha do tênis é muito importante. O calçado deve ter um mecanismo de amortecimento, que tira o impacto do calcanhar e do joelho e, ainda, o transforma em impulso. Para cada atividade há um modelo específico. O tênis não pode ser surrado, pois quanto mais velho, menos absorção de impacto. O calçado de quem faz exercício diariamente perde 50% de absorção depois de sete meses de uso.
         
              

Exercícios demais

1. Abusar da atividade física também pode render lesões nos joelhos. Isso é comum em frequentadores assíduos de academia ou praticantes de esportes que exigem bom condicionamento físico, que acabam desenvolvendo lesões de cartilagem e tendinite.

2. A recomendação do especialista para quem vai começar uma atividade física de impacto é fazer antes, um trabalho de fortalecimento muscular e exercícios aeróbicos como anda de bicicleta e caminhada. O ritmo deve ser moderado no início e ir aumentando aos poucos.
         
                

Problemas mais comuns

Esportes que provocam traumas

1. Os praticantes de esportes sofrem mais com entorses e lesões musculares, no caso do futebol são as lesões de menisco e ligamento por traumas. No primeiro caso, o tratamento é sempre cirúrgico e de rápida recuperação (de 20 a 30 dias). Nas lesões de ligamento, o tratamento pode ou não ser cirúrgico, dependendo do caso, e a recuperação é demorada (em média, seis meses).

2. Os não-praticantes de esportes geralmente se envolvem em acidentes corriqueiros, como torções e queda. O tratamento pode requerer cirurgia.

3. Há ainda os indivíduos que têm atividade física muito intensa, como bailarinos, que fazem movimentos de repetição. Nesses casos, podem surgir tendinite e lesões de cartilagem.
             
             

Fonte

Alexandre Campello – Ortopedista e médico do Clube de Regatas Vasco da Gama.
           

*****
          

 

 

 

 




Se você gostou deste artigo, deixe um comentário abaixo e considere
cadastrar nosso RSS, para ser notificado nas próximas atualizações do blog.

Comentários

Nenhum comentário.

Os comentários estão encerrados.