Alimentação vegetariana – descubra quais alimentos podem substituir a carne

A alimentação é o que mantém o corpo em funcionamento, sendo essencial para uma vida saudável, pois é nos alimentos que se encontram os nutrientes necessários ao funcionamento do organismo. “Algumas pessoas viram vegetarianas e tentam abolir o consumo de carne da alimentação bruscamente, além de não ser uma tarefa fácil e preciso ter cuidado para que esta seja uma escolha saudável”, afirma Dra. Liliane Oppermann.

O vegetarianismo tem sido cada vez mais considerado uma opção viável à dieta alimentar, um novo estilo de vida. Se você quer tornar-se vegetariano ou já é, descubra quais alimentos podem substituir a carne.
        

* Soja – É um dos ingredientes mais utilizados para substituir a carne, esta leguminosa é considerada um alimento completo por ser rica em proteínas e fornece todos os aminoácidos essenciais. É também rica em minerais como o potássio, o cálcio, o magnésio, o fósforo, o enxofre e o cloro, em vitaminas como a A, BI, B2, PP e K. A soja contém ainda nutrientes importantes como a lecitina e as isoflavonas.
  

* Tofu – É um alimento de elevado valor protéico, de origem vegetal, que contém os oito aminoácidos essenciais, bem como vitaminas e minerais, sem colesterol e que substitui a carne, o peixe, os ovos ou derivados lácteos. E muito versátil, podendo ser marinado, guisado, grelhado, salteado, assado, frito, batido em molhos e recheios, acrescentado a sopas e até doces. Existem vários tipos de tofu que se utilizam de acordo com a preparação culinária pretendida.
  

* Tempeh – De valor nutricional inestimável, substitui as proteínas animais e não tem gorduras saturadas nem colesterol. Com uma textura elástica, pode ser grelhado, frito ou estufado.
          

* Seitan – É conhecido pelo nome “carne vegetal”, por ter um aspecto semelhante à carne e porque é feito a partir de um cereal, o trigo. Esse alimento fornece algumas proteínas, é de fácil digestão, não tem colesterol e tem menos calorias que a carne. Absorve muito bem o sabor dos alimentos e dos temperos com os quais é cozinhado, podendo ser cozido, estufado, guisado ou frito.
       

* Cereais – Inclua-os na sua alimentação (de preferência integrais e todos eles ricos em diferentes nutrientes): arroz, arroz selvagem, trigo-sarraceno, gérmen de trigo, trigo kamut, aveia, cevada, milho, milho painço, polenta, bulgur, amaranto ou quinoa. Após cozidos (na panela de pressão, por exemplo) são excelentes acompanhamentos. Podem ser usados para fazer croquetes, pastéis ou na confecção de doces, entre outras inúmeras preparações.
       

Leguminosas – São bastante nutritivas. Apesar de nenhuma ser tão rica quanto a soja, o feijão, o grão, as ervilhas ou as lentilhas assumem um papel de destaque na dieta vegetariana.
          

* Algas – Os vegetais marinhos são também uma opção, por serem ricas em proteínas, minerais e vitaminas (nomeadamente B12). Para além de versáteis são muitas as variedades: wakame, dulse, arame, kombu, nori, entre outras. A sua preparação difere, podendo ser necessário serem demolhadas, fervidas, escaldas ou tostadas dependendo da variedade. Quanto à utilização podem ser incorporadas em empadas, quiches, gratinadas, etc.
                

* Frutos Secos e Sementes – São também um grupo de alimentos extremamente rico em proteínas, vitaminas e minerais que pode ser incorporado numa dieta vegetariana, enriquecendo-a.
           

Fonte
Liliane Oppermann – Nutróloga e Médica Ortomolecular.
              

*****

Sacha Silveira Assessoria de Comunicação
MTB – 51.948- SP
Tel – (11)2532 7887/ 2626-9219/ 8949-3747
Endereço – Rua Pelotas, 349 – Vila Mariana – São Paulo – SP
Site – http://www.sachasilveira.com.br
E-mail – sachasilveira@sachasilveira.com.br

 




Se você gostou deste artigo, deixe um comentário abaixo e considere
cadastrar nosso RSS, para ser notificado nas próximas atualizações do blog.

Comentários

Nenhum comentário.

Os comentários estão encerrados.