Aloe vera e câncer: resolvendo uma polêmica

Por Dr. Marcio Bontempo

Capa do livro Aloe Vera

Se a aloe vera é a planta hoje mais estudada do mundo (mais de quatro mil informes como mencionamos), é em relação ao câncer a maior quantidade de referências. São diversos os estudos científicos relacionando a capacidade da aloe vera no tratamento dessa doença.

No livro O livro definitivo da Aloe Vera a planta milenar da saúde relacionamos vários  estudos recentes e aqueles mais idôneos. Primamos por trabalhos e experiências confiáveis, evitando as menções a resultados provenientes de constatações empíricas ou populares, exageros e aquelas informações excessivas que são habitualmente apresentadas por pessoas que têm interesse no comércio de produtos confeccionados com a aloe vera, uma vez que, devido a esse tipo de interesse, obviamente não seriam confiáveis.

Mas embora não seja um caso com base científica, não poderíamos deixar de mencionar o trabalho do Frei Romano Zago, com o livro intitulado O Câncer tem Cura, onde o autor defende com veemência que a aloe vera seria uma poderosa arma contra o câncer. Apesar do autor não apresentar referências científicas aceitáveis e evidências clínicas bem definidas sobre a eficácia de tal tratamento, o livro cita diversos casos de “cura”, o que motivou milhares de pessoas adquiriram a obra e utilizarem a aloe vera no tratamento da doença. Comentamos o fato devido à grande repercussão do trabalho do Frei Zago, que se dedica intensamente ao tratamento de várias centenas de pessoas portadoras de câncer, utilizando apenas um preparado de aloe vera, sendo que há referências de muitos resultados positivos, mas também fracassos.

Frei Zago afirma com grande convicção que a aloe vera é uma das plantas que possuem maiores poderes curativos. Ele relata que a médica Joana Meirelles descobriu um tumor maligno no estômago. Depois de algumas cirurgias malsucedidas, a médica resolveu optar pela medicina natural. Começou a fazer uso de um xarope a base de aloe vera e atualmente está curada. Joana atribui à aloe vera a cura da sua doença, afirmando: “Não tinha mais esperanças com a medicina tradicional, então recorri a aloe vera como última alternativa. Hoje estou ótima de saúde”. O seu relato se soma aos depoimentos de muitas pessoas que também obtiveram a cura de tumores malignos usando o preparado do Frei Zago. Segundo o frei, que é um estudioso antigo da planta, existem muitas histórias clínicas que comprovam a estabilização e melhora do quadro clínico de portadores de câncer, inclusive em estado terminal. Um das explicações do estudioso para esse poder da aloe vera, entre outros fatores, é a sua forte concentração de aminoácidos, completando que a planta fortalece o organismo debilitado pela doença.

O livro O Câncer tem Cura, de Frei Zago, produziu grande fama para a planta e difusão do seu uso, não só contra o câncer, mas para diversas doenças e para embelezamento de pele e cabelos. Na obra, existe a receita para uso interno que é muito antiga, segundo o próprio autor, tendo surgido na Idade Média. Essa projeção repentina provocou uma procura febril pela aloe vera que, no Brasil, tornando-se inclusive objeto de especulação, sendo vendida por valores absurdos, além da grande quantidade de “preparados milagrosos” compostos por aloe vera, vendida no mercado popular. Muitas publicações da mídia reagiram ao fenômeno provocado pelo livro de Frei Zago, afirmando que a comunidade científica ainda não comprovou nada a respeito das conclusões do frei sobre a eficiência da aloe vera contra o câncer.

Saiba mais sobre a Aloe Vera no livro “O livro definitivo da Aloe Vera a planta milenar da saúde”
Conheça o autor: Clique aqui: http://www.thesaurus.com.br/autor/marcio-bontempo




Se você gostou deste artigo, deixe um comentário abaixo e considere
cadastrar nosso RSS, para ser notificado nas próximas atualizações do blog.

Comentários

Nenhum comentário.

Os comentários estão encerrados.