Mulher consciente:saiba por que fazer a mamografia

A doença mais temida entre as mulheres é o câncer de mama
No mês em que se comemora o dia da mamografia, especialistas recomendam a realização  do exame periodicamente
               

Cuidar da saúde é um grande desafio para a mulher contemporânea. Família, vida profissional e afazeres domésticos tornam-se prioridades e a visita ao médico ou os exames de check-up e prevenção acabam ficando em segundo plano. Uma das consequências dessa rotina frenética é o aumento da incidência de doenças como o câncer de mama, que junto com as doenças cardiovasculares lidera o ranking de mortes de mulheres no Brasil.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), nas décadas de 60 e 70 registrou-se um aumento de 10 vezes nas taxas de incidência ajustadas por idade nos Registros de Câncer de Base Populacional de diversos continentes. No Brasil, de acordo com dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA), são 52.680 novos casos de câncer de mama por ano. No Distrito Federal, a incidência é de 880 novos casos anuais.

O assunto é tão importante que existem políticas públicas específicas para o controle do câncer de mama. A Lei 11.664, de 2008, por exemplo, reforça a necessidade de controle da doença por meio da realização do exame clínico e mamográfico anual das mamas em mulheres acima de 40 anos. Mais recente, em 2011, a presidente Dilma Rousseff lançou o plano nacional de controle do câncer de mama e de colo de útero.

Para diminuir a ocorrência deste tipo de câncer, nada melhor que ter bons hábitos de vida e fazer exames preventivos. Dr. Flávio Batista explica que a mamografia é essencial para o diagnóstico precoce do câncer. “A mamografia é o método mais recomendado para o diagnóstico precoce do câncer de mama, pois permite visualizar sinais muito tênues de tumores pequenos, mesmo antes de serem palpados, com o prognóstico de cura excelente”.

O especialista recomenda que mulheres, a partir dos 40 anos de idade, façam mamografia uma vez ao ano, ou mesmo antes disso, na dependência de outros fatores de risco como, por exemplo, quando a pessoa é ou foi fumante ou quando possui história familiar positiva para câncer de mama. “Outro ponto fundamental é a importância de guardar sempre as imagens dos exames de mamografia e levar na realização do exame seguinte para comparação e análise de possíveis mudanças”.

Segundo o médico, algumas mulheres se queixam de que a mamografia traz desconforto, e muitas vezes pedem a substituição desta pela ecografia (ultrassonografia) ou pela ressonância magnética. “Cada exame tem sua particularidade e nenhum deles substitui por completo o outro. Além disso, o desconforto da mamografia é bem rápido quando comparado à importância do exame”.

Outro fator, segundo o radiologista, que também otimiza o diagnóstico da doença é a mamografia digitalizada. “Para o diagnóstico do câncer, a mamografia é essencial. Embora o método convencional seja mais conhecido, a mamografia digitalizada oferece alguns ganhos adicionais, reduzindo a necessidade de repetição do exame”.

O médico radiologista comentou que a mamografia é apenas o primeiro passo do rastreamento do câncer de mama. “A mamografia é a fase inicial da investigação. Dependendo do seu resultado é possível pensar em outros exames como a ultrassonografia e a ressonância magnética das mamas. Paraa confirmação final de um câncer, geralmente uma biópsia é necessária”.

Dr. Flávio ressalta, ainda, que é aconselhável que a paciente realize o auto exame, o qual consiste em apalpar a mama. “É simples emuito importante, pois a mulher pode detectar a presença de um nódulo e depois realizar uma avaliação médica. Entretanto, devemos frisar que o auto exame não substitui a mamografia, pois o método mamográfico muitas vezes permite que o câncer seja detectado antes mesmo de ser percebido pela palpação”.
         

Fonte

Flávio Batista – Radiologista do Pasteur Medicina Diagnóstica.
     

*****

Hulda Rode
Imagem Corporativa
www.imagemcorporativa.com.br
www.twitter.com./icdigital
Tel: (55 61)  3039-8101 / 3039-8102
Cel: (55 61)  9100-1007

 




Se você gostou deste artigo, deixe um comentário abaixo e considere
cadastrar nosso RSS, para ser notificado nas próximas atualizações do blog.

Comentários

Nenhum comentário.

Os comentários estão encerrados.