É Carnaval! Caia na folia, mas não esqueça de cuidar de sua audição

Por causa do barulho, é recomendado o uso de protetores de ouvido para músicos e frequentadores de blocos, clubes e trios elétricos
            

O carnaval está chegando, mas antecipando a festa, blocos e trios elétricos já arrastam foliões em várias regiões do país.  Toda essa animação requer cuidados. O batuque das baterias e o volume das caixas de som, a música alta nos clubes e quadras de escola de samba e os trios elétricos nas ruas podem trazer problemas à audição, provocando sensações de surdez e zumbido no dia seguinte à folia.

Qualquer pessoa que permanecer próximo ao som muito alto pode sofrer danos na audição. No caso das crianças, os cuidados devem ser redobrados. O barulho em excesso gera irritação, choro e elas podem sair daquele ambiente com um forte zumbido no ouvido, sem que os pais percebam.

Está comprovado que sons acima de 85 decibéis são prejudiciais à saúde auditiva, se o tempo de exposição ao barulho for prolongado. No carnaval, medições realizadas em anos anteriores chegaram a apontar impressionantes 120 decibéis, intensidade próxima a de uma turbina de avião. “Por causa da intensidade do barulho, as pessoas podem ter a sensação de pressão nos ouvidos e dificuldades para ouvir”, lembra Dra. Marcella Vidal.

Para quem pretende se esbaldar em blocos, bailes e trios elétricos, a fonoaudióloga recomenda uma distância mínima de 10 metros do equipamento de som, além do uso de protetores auriculares, que diminuem o impacto do barulho nos ouvidos. Os ritmistas também devem usar a proteção. “O atenuador nos ouvidos atua diminuindo o som. Ele pode ser utilizado dentro das quadras das escolas de samba, em trios elétricos e em bailes, permitindo que se escute a música em um volume aceitável”, explica a fonoaudióloga.

Os protetores feitos em silicone e atenuadores em acrílico são moldados de acordo com a anatomia do ouvido de cada usuário, de forma a ficar bem ajustado. São práticos, podem ser transparentes e/ou coloridos.

A exposição prolongada ao som alto, por anos seguidos, pode levar a diversos graus de surdez, de acordo com a sensibilidade de cada pessoa. No Brasil, a Sociedade Brasileira de Otorrinolaringologia estima que 15 milhões de pessoas sofrem algum tipo de perda auditiva. Portanto, é necessário cuidar da audição nessa época do ano. Para um carnaval sem preocupações, proteja seus ouvidos.
        

Fonte

Marcella Vidal – Fonoaudióloga da Telex Soluções Auditivas.
 
www.telex.com.br / 0800-0249349
             

****
          

Mais informações

Assessoria de imprensa da Telex Soluções Auditivas
Ex-Libris Comunicação Integrada
Cristina Freitas (21) 2204-3230 / 9431-0001 – cristina@libris.com.br
Tayza Ribeiro (21) 2269-9669/ 8710-2744 – tayza@libris.com.br




Se você gostou deste artigo, deixe um comentário abaixo e considere
cadastrar nosso RSS, para ser notificado nas próximas atualizações do blog.

Comentários

Nenhum comentário.

Os comentários estão encerrados.