Achei um dentista!

Antes de iniciar qualquer tratamento odontológico é importante achar um profissional com quem você se sinta à vontade.

Na sua primeira consulta, o dentista fará uma anamnese completa, ou seja, uma investigação com perguntas buscando levantar um pouco do histórico da sua saúde geral e suas particularidades. Nas visitas seguintes, não deixe de informá-lo sobre qualquer mudança no seu estado de saúde.

Na maior parte das vezes, as visitas ao dentista se resumem a uma revisão do estado de integridade e higiene dos dentes. As consultas de rotina, que incluem a limpeza dos dentes e que, de preferência, devem ser feitas a cada seis meses, ou quando for necessário ajudam a manter seus dentes mais limpos e a durarem mais e ajudam a evitar o desenvolvimento de problemas que podem chegar a causar dor.
      

• Profilaxia e limpeza dos dentes

As revisões quase sempre incluem uma limpeza geral dos dentes. O dentista usará instrumentos especiais para raspar a região do dente localizada abaixo da linha da gengiva, removendo placa e tártaro que podem causar gengivite, cáries, mau hálito e outros problemas.
   

• Exame completo

Seu dentista fará um exame cuidadoso de seus dentes, da sua gengiva e mucosa da boca, procurando sinais de enfermidades ou outros problemas. O objetivo aqui é ajudar a manter a saúde da sua boca e, se houver problemas, identificá-los e tratá-los o mais rápido possível, antes que se agravem.
         

Radiografias

Dependendo da sua idade, dos riscos de doença e dos sintomas apresentados seu dentista poderá recomendar que sejam tiradas radiografias, para ajudar no diagnóstico de problemas que não poderiam ser detectados de outra maneira, como, por exemplo, danos aos ossos do maxilar ou da mandíbula, dentes que sofreram trauma, abscessos, cistos ou tumores e cáries entre os dentes. Os consultórios modernos têm aparelhos que praticamente não emitem radiação. Como medida de precaução, você deverá usar um avental de chumbo no momento de tirar as radiografias. Em caso de gravidez, informe seu dentista, uma vez que este tipo de exame só deve ser feito em casos de emergência.

Talvez seja necessário tirar uma radiografia panorâmica. Este tipo de radiografia proporciona uma imagem completa da arcada dentária inferior e superior e auxilia o dentista a analisar a oclusão e a relação entre os diferentes dentes.
       

Dicas para achar um bom dentista!

1. Na primeira visita ao dentista, observe com atenção desde a sala de recepção até o interior do consultório. Fique atento aos aspectos relacionados à limpeza do ambiente; à esterilização do material; e ao uso do EPI (equipamento de proteção individual ) gorro, luvas, máscara, óculos.

2. Ao passar pela primeira consulta não se acanhe e peça todas as explicações sobre o tratamento que vai ser realizado em sua boca. É nessa hora que você vai sentir se o profissional é competente ou não. Se não se sentir seguro, procure outro dentista.

3. Verifique se, no decorrer do tratamento, o profissional ensina como cuidar dos dentes para prevenir futuros problemas. Essa qualidade demonstra que ele se preocupa com a saúde bucal de seus pacientes.

4. Repare na maneira como o dentista trata seus pacientes, funcionários e, também, na atenção que dispensa às suas dúvidas. Se ele trata a todos com gentileza, é sinal que fará o mesmo com você.

5. Fique atento(a) para não se deixar levar por propagandas enganosas. Afinal, publicidade não significa competência. O que deve ser levado em consideração são o currículo do profissional e os resultados do seu trabalho. Um bom dentista deve estar bem atualizado e frequentar congressos para se especializar cada vez mais.
      

Fonte

Rafael Amado Silva (CRO/ES 5849) – Mestrado em Dentística, especialista em Atenção Primária em Saúde.
Contato e dúvidas: Rafael-amado@bol.com.br




Se você gostou deste artigo, deixe um comentário abaixo e considere
cadastrar nosso RSS, para ser notificado nas próximas atualizações do blog.

Comentários

Nenhum comentário.

Os comentários estão encerrados.