Diabetes infantil – cuide da alimentaçã​o dos pequenos

Férias: hora de redobrar a atenção com a alimentação e saúde das crianças

        Você sabia que os pequenos também podem ter predisposição para o diabetes?
Uma alimentação balanceada, atividades físicas e o monitoramento através de autotestes são práticas fundamentais para garantir uma boa infância aos seus filhos.

A longo prazo, a doença causa perda de visão, derrame, infarto, hipertensão, impotência sexual, doenças pulmonares e insuficiência renal.

Falar de diabetes já é um assunto realmente sério, quanto se trata da doença nas crianças então, se torna mais delicado ainda. Porém, não é um motivo para se desesperar.

O fato é que uma grande vilã para o agravamento da doença, no verão, são as férias. Isso se deve, pois os pais acabam cedendo às vontades dos filhos deixando que eles comam tudo aquilo que desejam como doces, frituras, enfim os carboidratos, que são encontrados no sangue em forma de glicose. E seu excesso pode causar a doença.

Dra Carolina Ynterian explica: “Diabetes é uma alteração na produção do hormônio insulina pelo pâncreas ou uma resistência à ação da insulina pelo organismo”. Quando a pessoa sofre de diabetes, o pâncreas produz pouca insulina fazendo com que o açúcar fique acumulado no sangue.
               

Existem dois tipos de diabetes, a do tipo 1 e a do tipo 2

O diabetes tipo 1 é o mais comum em crianças, pois pode surgir desde as primeiras semanas de nascimento até os 30 anos, mas é entre os 5 e 7 anos, durante a puberdade que mora o perigo e a atenção precisa ser redobrada. Está relacionado à falta ou pouca produção de insulina, o que faz com que não consiga controlar a taxa de glicose ingerida.

Já o diabetes tipo 2 é hereditária e acontece quando as células resistem à ação da insulina, mesmo que sua produção seja normal. Antigamente era uma doença de adulto, mas com a elevação da taxa de obesidade infantil associada a uma vida sedentária e com maus hábitos alimentares, esse tipo de diabetes aumentou consideravelmente entre as crianças.

Algumas dicas valiosas para prevenir o diabetes são o aleitamento materno, evitar a alimentação artificial rica em açúcares desnecessário nesta fase. Então se deve manter uma alimentação saudável para evitar a obesidade infantil. Outra ideia boa para ser aderida pelos pais é levar as crianças para brincarem e praticarem esportes e assim, evitar que fiquem sedentários.

Uma coisa é certa, quanto mais cedo o diabetes for detectado, menores são as chances de complicações futuras. Portanto, notando os sintomas do diabetes infantil (sede, aumento de fome e emagrecimento, aumento do número de vezes em que urina, mal estar, sonolência, fraqueza, tonturas, câimbras e formigamentos) o ideal é partir para os testes. Mas, o exame destro pode assustar os pequenos, pois é preciso furar o dedo anelar e colher uma gotinha de sangue para verificar a quantidade de glicose no organismo.

Foi pensando nisso que a Linha Confirme desenvolveu as tiras de glicose. De uma maneira rápida e indolor o autoteste permite controlar o nível de açúcar no sangue.

Sem o incômodo de agulhas e jejum prolongado, o teste caseiro detecta na hora a quantidade de glicose. “Evidente que para estabelecer um diagnóstico final, o médico deve ser consultado. As Tiras de Glicose são uma maneira de monitorar o nível de açúcar no sangue, ou, pelo menos, confirmar ou descartar uma suspeita”, afirma Carolina Ynterian.

          

Fonte

Carolina Ynterian – Bioquímica e diretora da Analitic.

        

*****
       

Para mais informações e entrevistas sobre a pauta, entre em contato com a Assessoria de Imprensa

Ação & Comunicação
Lana Côrtes

Atendimento
Karina Côrtes
Pamella Soares
(11)  5181 1149 / 5182 8816
assessoria@acaocomunicacao.com.br  

 

 

 

 




Se você gostou deste artigo, deixe um comentário abaixo e considere
cadastrar nosso RSS, para ser notificado nas próximas atualizações do blog.

Comentários

Nenhum comentário.

Os comentários estão encerrados.