Queime a mesma quantidade de calorias do início ao fim da dieta

Para queimar caloria e emagrecer é preciso de muita determinação e força de vontade. Conseguir reduzir medidas é bastante difícil, mas não é impossível. Para diminuir a gordura geral do nosso corpo é fundamental a mudança de hábitos alimentares e praticar alguma atividade física.

Se você quer queimar a mesma quantidade de calorias do inicio ao fim da dieta é preciso ter disciplina. Veja algumas dicas para acelerar seu metabolismo e queimar essas calorias com a Dieta DC (Dieta Decrescente-Crescente).

Um dos grandes benefícios dessa dieta é a eliminação do efeito sanfona, pois como não existe uma queda do metabolismo basal que ocorre após uma dieta brusca. A Dieta DC mantém o metabolismo após o emagrecimento, mantendo assim o peso e a forma, não causando o efeito engorda e emagrece que as outras fazem ocorrer, afirma a Dra. Liliane Oppermann.

O risco de desistir dessa dieta é mínimo, já que é uma dieta gradativa e não possui mudança brusca, sem contar que como a alimentação muda a cada 6 dias, rotina é algo que não existe nesta dieta. A cada 10 pessoas que fizeram a dieta, 9 emagreceram.

Para emagrecer é preciso fazer algumas mudanças, algumas dicas podem fazer você acelerar esse processo de emagrecimento.

1. Não tenha pressa para emagrecer – Se você está acima do peso, pergunte-se há quanto tempo carrega esse excesso. Então, para que eliminar peso do dia para a noite? O mais importante é alcançar a meta desejada!

2. Não exclua de um dia para outro aquele alimento que só de pensar dá água na boca – Na verdade, nunca o exclua, mas saiba quando e quanto pode ingerí-lo.

3. Beba bastante água – Além de diminuir a retenção de líquidos, ajuda na lubrificação do intestino. Por isso, é essencial tomar pelo menos 2 litros por dia. Mas evite líquidos durante as refeições (o suco e a água dilatam as paredes do estômago empurrando a barriga).

4. Pratique atividade física – Além de queimar calorias também refletem em um bom funcionamento do organismo. Devem ser praticados com frequência associando-se exercícios aeróbicos (para ativar a circulação e gastar calorias).

5. Fracione bem a dieta – O sistema digestivo não consegue processar um grande volume de alimento ingerido de uma só vez. O ideal é fazer refeições pouco volumosas e de baixo valor calórico até 6 vezes ao dia.

6. Mastigue devagar – A pessoa que come rápido pode acabar engolindo ar junto com a comida além de prejudicar a digestão. Além disso, o cérebro não registra o sinal de saciedade com tanta rapidez e, assim, você acaba comendo mais.

7. Evite alimentos gordurosos – A gordura possui uma digestão mais lenta e com isso os alimentos gordurosos acabam permanecendo mais tempo no trato gastrointestinal favorecendo aumento de seu volume.

8. Diminua o consumo de sal – Pães fermentados ou roscas feitas com sal; pães de preparo rápido ou bolos, feitos c/ fermento em pó, bicarbonato de sódio, sal ou feitos com misturas comerciais; cereais enriquecidos ou de cozimento rápido; cereais secos; bolachas cream cracker, exceto a bolacha água; pipoca salgada; pickles; batatas chips; embutidos (linguiça, salsicha, paio, presunto cru, mortadela).

9. Aumente o consumo de alimentos diuréticos – Erva doce, salsão, coentro, berinjela, alho, limão, noz-moscada, cebola, salsa, hortelã; abacaxi, melancia, maracujá e chá.
        

Fonte

Liliane Oppermann – Nutróloga e Médica Ortomolecular.
              

*****

       

Sacha Silveira Assessoria de Imprensa
MTB – 51.948
Tel – (11) 2626-9219/2532 7887/8949 3747
Endereço – Rua Pelotas, 349, Vila Mariana, São Paulo-SP
E-mail – sachasilveira@globomail.com




Se você gostou deste artigo, deixe um comentário abaixo e considere
cadastrar nosso RSS, para ser notificado nas próximas atualizações do blog.

Comentários

Nenhum comentário.

Os comentários estão encerrados.