Não deixe o enjoo estragar suas férias

Dicas de como aproveitar o período de férias com segurança e saúde
          

A temperatura subiu e o período de férias escolares chegou. Somente neste verão, a expectativa para a nova temporada de cruzeiros é que mais de 895 mil cruzeiristas naveguem pelos mares brasileiros, de acordo com dados da Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos (Abremar). Fim de ano também é época de estradas e aeroportos cheios. São milhares de famílias, entre idosos, adultos e crianças, viajando em férias ou a passeio. Motivo suficiente para causar preocupação em quem sofre de náuseas e enjoos.

Isso acontece por que os movimentos repetitivos, como o balanço do mar e a instabilidade de viagens de carro, trem e avião, podem causar um transtorno de movimento chamado cinetose. Causador de náuseas (ou enjoos), esse transtorno também pode ser provocado por determinados brinquedos em parques de diversões e cinemas com telas muito grandes, que proporcionam a sensação de estar em movimento enquanto o corpo permanece parado. “Quanto maior a distorção entre a informação recebida pela visão e a percebida pelo labirinto, maior a chance de sofrer com esse tipo de mal estar”, enfatiza o Dr. Ítalo Roberto Torres de Medeiros.

A falta de cuidado com a alimentação também pode influenciar a cinetose. ”No período de férias, como todos os dias do ano, é importante ter uma alimentação saudável. Por exemplo, alimentos ricos em açúcares e gorduras prejudicam o funcionamento do labirinto, que é o centro de equilíbrio do corpo, e consequentemente tornam o indivíduo mais vulnerável ao transtorno de movimento”, completa o especialista. Cuidados básicos com a comida, se proteger do sol e beber bastante líquido ajudam a evitar as náuseas, mas nem sempre evitam a sensação de mal estar e o vômito.

”Em alguns casos é preciso usar medicamentos que estabilizam o sistema vestibular, responsável pelo equilíbrio, para acalmar a falsa sensação de movimento do corpo. Assim podemos inibir o vômito ou até mesmo usar o medicamento antes de iniciar a viagem como forma de prevenção”, argumenta o especialista.
                  

Fonte

Ítalo Roberto Torres de Medeiros – Médico otoneurologista do Departamento de Otorrinolaringologia do Hospital das Clínicas de São Paulo.

 

Mais informações sobre Dramin® estão disponíveis no site: http://www.nycomed.com/br/produtos

                       

                   

Informações sobre a Takeda

Sediada em Osaka, Japão, a Takeda é uma companhia global orientada para pesquisas, com foco principal em produtos farmacêuticos. Na qualidade de maior companhia farmacêutica do Japão e por ser uma das líderes globais da indústria farmacêutica, a Takeda se compromete a trabalhar para melhorar a saúde dos pacientes de todo o mundo por meio de inovação de vanguarda na área médica.

Há informações adicionais sobre a Takeda no site corporativo da empresa www.takeda.com
       

*****
                       

Contato

Burson-Marsteller Brasil
Natália Fernandes – natalia.fernandes@bm.com
Érica Sato – erica.sato@bm.com 
Fabiana Delgado – fabiana.delgado@bm.com 
Tel +55 11 3094 2247




Se você gostou deste artigo, deixe um comentário abaixo e considere
cadastrar nosso RSS, para ser notificado nas próximas atualizações do blog.

Comentários

Nenhum comentário.

Os comentários estão encerrados.