Dia Nacional do Trigo

Você sabia que no dia 10 de novembro se comemora no Brasil o Dia do Trigo? Sempre relacionado a pães, pizzas, bolos e ao tradicional chopp, além de outros temidos vilões da dieta, o cereal sempre foi visto como inimigo da boa saúde e da alimentação balanceada. Mas não é bem assim.

A nutricionista Elaine de Pádua explica que o trigo é uma importante fonte de carboidrato para o organismo, fundamental para que se obtenha a energia necessária para as tarefas do dia a dia. E, para complementar, ele ainda atua na produção de serotonina, o neurotransmissor responsável por conduzir os impulsos nervosos de uma célula para a outra. Ou seja, ele tem papel fundamental em funções como a liberação de hormônios, regulação do sono, da temperatura temporal, das atividades motoras e, inclusive, do apetite e do humor.

“Tanto o trigo refinado quanto o integral, são fontes de triptofano e, consequentemente, ajudam na produção de serotonina. No entanto, os alimentos integrais reduzem a absorção da glicose ingerida e, por conter um alto teor de fibras, saciam por mais tempo, sendo mais indicados na manutenção do peso”, explica a nutricionista.

Ainda segundo a Dra. Elaine, a única diferença entre os dois tipos de farinha é que a absorção do trigo refinado é mais rápida e, com isso, o efeito de saciedade é passageiro, fazendo com que sua deficiência se torne mais perceptiva após apenas algumas horas: “o trigo integral, por ser rico em fibras, garante uma absorção mais lenta, fazendo com que o efeito de saciedade seja mais prolongado e o indivíduo não sinta fome tão rapidamente”, complementa a especialista.

Sendo assim, o consumo de trigo é imprescindível para o bom funcionamento do organismo, ou seja, o alimento não deve ser banido da alimentação diária, como muitos podem pensar. Segundo a pirâmide alimentar seguida no Brasil, alimentos compostos de sementes e cereais, como os pães, trigo, arroz, milho, aveia, cevada e centeio devem ser consumidos em uma média de cinco a nove porções ao dia. No entanto, é necessário que se leve em consideração que o grupo de tubérculos e raízes, incluindo batata, mandioca, milho verde, inhame, etc, também faz parte dessas porções. “A melhor dica para se consumir os alimentos de forma a aproveitar todos os seus componentes nutricionais é equilibrar a quantidade de seu consumo, sem excessos e sem deixar nenhum grupo alimentar de lado”, conclui a Dra. Elaine.
             

Fonte

Elaine de Pádua – Nutricionista pós-graduada em Nutrição nas Doenças Crônico-Degenerativas pelo Instituto de Pesquisa e Ensino do Hospital Israelita Albert Einstein. Especialista em Adolescência para equipe multidisciplinar pela Universidade Federal de São Paulo – UNIFESP. Atualmente é mestranda pela UNIFESP, coordenadora do ambulatório de nutrição da gestante adolescente e supervisora de estágios da especialização em “Adolescência para Equipe Multidisciplinar” do Centro de Atendimento e Apoio ao Adolescente – CAAA. Integrante da equipe de pré-natal da Casa da Saúde da Mulher – Departamento de Obstetrícia – UNIFESP. É também diretora da Clínica DNA Nutri (SP), onde atende pacientes de todas as idades. É mestranda de nutrição em obstetrícia da Unifesp, além de uma das idealizadoras da Nutriland (www.nutriland.com.br), que desenvolve produtos e serviços em nutrição educacional para crianças, profissionais de saúde e empresas. É autora dos jogos educativos “Mito ou verdade”, “Desafio hortifruti” e “De olho nos alimentos”, da Nutriland, e do capítulo Abordagem Nutricional da Adolescência, do livro Adolescência e Saúde Volume III, da Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo. Recentemente lançou o livro “O que tem no prato do seu filho? – Um guia prático de nutrição para os pais”, Editora Alles Trade, que tem o objetivo de ajudar, de maneira criativa, os pais na difícil tarefa de fazer com que as crianças tenham uma alimentação de qualidade.

www.dnanutri.com.br
                  

*****
             

Contato

Luciana Baroni
Atendimento de conta
Dona Comunicação
21 3816.3188 | 2220.0564 | 9769.4396
Email: atendimento3@donacomunicacao.com.br 
www.donacomunicacao.com.br




Se você gostou deste artigo, deixe um comentário abaixo e considere
cadastrar nosso RSS, para ser notificado nas próximas atualizações do blog.

Comentários

Nenhum comentário.

Os comentários estão encerrados.