Ronco pode indicar distúrbio do sono

Dormir uma noite inteira e ter sono durante o dia não é normal. Se este fato se repete dia após dia, um médico deve ser procurado. Um dos possíveis motivos para este cansaço excessivo diurno podem ser as dezenas, ou muitas vezes centenas de pequenas interrupções involuntárias da respiração comuns aos pacientes de apneia obstrutiva do sono.

Com consequências a curto e longo prazos, o distúrbio atinge diretamente a qualidade do dormir e está presente em cerca de 30% da população. A grande maioria destes pacientes, no entanto, desconhece a doença e poderá passar a vida inteira sem procurar ajuda médica.

Segundo o dr. Pedro Genta, presidente da sub-comissão de distúrbios do sono da Comissão de Distúrbios Respiratórios do Sono da Sociedade Paulista de Pneumologia e Tisiologia (SPPT), a apneia obstrutiva do sono atinge geralmente adultos, e tem maior prevalência entre os homens.

“Embora mais comum em adultos, com prevalência crescente até os 70 anos, também pode ocorrer em crianças, especialmente entre 3 e 8 anos de idade”, explica.
                   

Ronco e apneia

Nem todas as pessoas que roncam têm apneia, mas as chances são grandes. O excesso de peso, o sedentarismo e o tabagismo são outros fatores que levam ao ronco.  Qualquer que seja o motivo, é importante que ele seja investigado e tratado, especialmente se o ronco é alto e frequente.
                  

Prevenção

A prevenção da apneia obstrutiva do sono começa ainda na infância, com o tratamento adequado de doenças respiratórias durante a fase de crescimento da criança. Doenças nasais sem tratamento, associadas à respiração oral, podem levar ao comprometimento do desenvolvimento facial, aumentando a probabilidade de apneia na fase adulta.

“Manter hábitos de sono regulares, abandonar o tabagismo e manter o peso adequado por meio de dieta equilibrada e prática regular de atividade física são fundamentais. Pode ser necessário, ainda, procurar dormir de lado e elevar a cabeceira da cama”, sugere dr. Genta.
                   
                                

Fonte

Pedro Genta – Presidente da sub-comissão de distúrbios do sono da Comissão de Distúrbios Respiratórios do Sono da Sociedade Paulista de Pneumologia e Tisiologia (SPPT).

                      

*****
                      

Acontece Comunicação e Notícias
Jéssica Vasconcelos ou Juliana Machado
(11) 3873.6083 / 3871.2331
acontececom6@uol.com.br
www.acontecenoticias.com.br




Se você gostou deste artigo, deixe um comentário abaixo e considere
cadastrar nosso RSS, para ser notificado nas próximas atualizações do blog.

Comentários

Nenhum comentário.

Os comentários estão encerrados.