Menstruação – o que muda com a sua chegada

A chegada da menstruação – chamado de menarca – indica a passagem de uma fase da vida para outra. A passagem da infância para a adolescência. Indica o início da vida reprodutiva feminina.

A idade que ela pode ocorrer varia muito, sendo mais comumente entre 10 e 14 anos. Após a primeira menstruação, o corpo será preparado todos os meses, por meio de hormônios, para uma possível gravidez, através da ovulação.

A ovulação em geral ocorre na metade do ciclo de cada mulher e consiste da liberação do óvulo pelos ovários, com consequente penetração nas trompas uterinas e, por fim, na cavidade do útero. Durante esse processo o útero sofre modificações como o crescimento da sua camada interna – o endométrío – preparando-se para a gestação. Se este óvulo for fecundado por um espermatozoide, inicia-se a gravidez. Caso contrário, o endométrio descama e o ciclo culmina na menstruação.

Um pouco antes de menstruar a menina já nota algumas mudanças no seu corpo. É o período de maior crescimento estatural, os quadris ficam mais alargados, começa o crescimento dos seios e o surgimento de pêlos nas regiões pubianas e axilares. Isso sem mencionar as alterações do humor.

A produção hormonal feminina é cíclica, ou seja, em cada dia do mês a concetração de hormônios no sangue varia. Isso faz com que a menstruação também seja cíclica.

O ciclo menstrual é o período compreendido entre o 1º dia da menstruação atual até o 1º dia da próxima menstruação.  Este varia de mulher para mulher, tendo em média uma duração de 28 dias, mas podendo variar entre 25 e 35 dias. A quantidade de sangramento também é individual para cada mulher sendo que no geral ele dura entre 3 e 7 dias. “Nos primeiros dois anos da menstruação é normal uma irregularidade do ciclo, com períodos longos sem sangramento. Isso ocorre, pois o sistema reprodutor ainda está “amadurecendo”. Após 2 anos já esperamos uma normalização”, orienta a Dra. Denise Gomes.

Muitas mudanças vêm junto com a primeira menstruação na vida de uma garota, e muitas dúvidas também. O corpo muda, os interesses mudam e ainda por cima surge à famosa TPM.

Segundo a Dra. Denise, a TPM – Tensão Pré Menstrual – engloba um conjunto de sintomas físicos e psíquicos que a mulher experimenta em decorrência das alterações dos níveis hormonais no período da menstruação. São comuns: cólicas, dores de cabeça, inchaços, cãimbas, aumento e dor nas mamas, irritabilidade, tristeza e mudanças no apetite.

Estes sintomas podem ser minimizados com alimentação balanceada, atividade física e boa qualidade de sono. Para as cólicas leves medicações analgésicas podem melhorar. Nos casos intensos as pílulas anticoncepcionais são muitas vezes prescritas pelos médicos.

É muito importante que a menina conheça os cuidados que deve ter nesta fase para evitar o aparecimento de doenças genitais. O absorvente deve ser trocado sempre que estiver repleto ou em média a cada 4 horas. Evite usar absorvente interno para dormir ou por período prolongado. Realize higiene genital diariamente com sabonete neutro, e sempre após a evacuação, tomando o cuidado de manter a área sempre seca.

É recomendado realizar uma consulta ginecológica logo após a primeira menstruação e manter este seguimento anualmente. Este é o momento de esclarecer as dúvidas e aprender um pouquinho sobre o próprio corpo.

Em suma, a menstruação significa que o corpo da menina já está maduro o suficiente para uma gestação. Os hormônios estão a todo vapor, a ovulação já é uma realidade e o útero se mostra preparado. Nessa fase é importante ter uma orientação médica para melhor compreender este turbilhão de acontecimentos e se preparar para o início da vida sexual de uma maneira saudável e prazerosa.
 
 
Fonte

Denise Gomes – Médica Ginecologista e Obstetra.
www.plenaclinica.com.br
                

*****
 

Sacha Silveira Assessoria de Imprensa
MTB – 51.948
Tel – (11) 2626-9219/2532 7887/8949 3747
Endereço – Rua Pelotas, 349, Vila Mariana, São Paulo-SP
E-mail – sachasilveira@globomail.com

 

 




Se você gostou deste artigo, deixe um comentário abaixo e considere
cadastrar nosso RSS, para ser notificado nas próximas atualizações do blog.

Comentários

Nenhum comentário.

Os comentários estão encerrados.