Pedalar alivia o estresse, traz benefícios ao corpo e contribui para a preservação do meio ambiente

Seja em ciclovias, parques e mesmo na academia, a prática do ciclismo cuida da saúde e estimula o convívio social.

Andar de bicicleta traz mais benefícios às pessoas do que é possível imaginar. Poupamos dinheiro e economizamos combustível, apreciamos mais a vista da cidade, evitamos congestionamentos, adquirimos mais equilíbrio, tomamos sol, ficamos mais dispostos e com o corpo em forma, dormimos melhor, além de sermos muito mais “amigos” do planeta, pois não emitimos gases nocivos à atmosfera e nem contribuímos para o aquecimento global.

A prática do ciclismo se faz presente na vida das pessoas de várias formas, seja para curtir o lazer com a família no fim de semana, seja como prática de exercícios e até mesmo como meio de transporte. Segundo estudo da publicação Psychotherapy and Psychosomatics, divulgada em 2011, pedalar aumenta a disposição das pessoas em 20% e diminui a fadiga em 65%.

Na saúde, o ciclismo é eficiente no metabolismo da gordura, também define a musculatura das pernas e trabalha a resistência dos braços. O trabalho muscular ocorre por conta do esforço, estabilidade e coordenação dos movimentos. A distância percorrida, a angulação do terreno, a velocidade em que se pedala, tudo vai influenciar no trabalho muscular, resultado no desenvolvimento físico do ciclista. Pedalar também contribui para melhorar a coordenação motora e prevenir a osteoporose, aumenta a resistência à fadiga e às doenças crônicas pulmonares, cardiovasculares, entre outras.

No trânsito, hoje, de acordo com dados da Confederação Nacional da Indústria – CNI, apenas 8% dos brasileiros usam a bicicleta como meio de transporte.  Apesar do número ainda ser pequeno, estão crescendo as iniciativas que estimulam essa prática.

A cidade de Santos, no litoral de São Paulo, é referência na regulamentação de políticas públicas para ciclistas. Em São Paulo, a Prefeitura trabalha para implantar o Programa de Proteção ao Pedestre e na construção de 55 quilômetros de ciclovias. Na cidade de Salvador foi aprovado na Câmara Municipal o projeto de implantação do Sistema Cicloviário, que prevê a construção de ciclovias, ciclofaixas e rotas operacionais de ciclismo. No Rio de Janeiro a prefeitura inaugurou em 2008 o projeto PedalaRio. Já em Curitiba foi criado o Plano das Bikes Brancas, também para estimular o uso das bicicletas.
                        
 
Algumas dicas para pedalar com segurança
 
Para quem pretende iniciar a prática do ciclismo, o ideal é começar pedalando de 15 a 20 minutos, três vezes por semana. É indicado o uso de um tênis confortável e equipamentos que garantam a segurança do ciclista como capacete, luvas, sinalizadores e roupas adequadas e de preferência coloridas, para chamar a atenção dos motoristas.

Também é indicado que a bicicleta tenha o guidão alto para evitar esforços na coluna. “É preciso ter atenção à postura. O tronco precisa estar alinhado com o quadril, com uma leve inclinação à frente para melhor apoiar e sustentar os membros superiores sobre o guidão. O banco deve estar regulado na altura da extensão das pernas. A altura ideal é, quando sentado, encostar apenas as pontas dos pés no chão.” comenta a Dra. Tânia Fleig.

O ciclismo indoor, realizado nas academias, também é interessante para quem não sabe se equilibrar na magrela. Também é feito com continuidade, sem precisar se preocupar em parar nos semáforos.

Segundo a fisioterapeuta, se o banco estiver muito alto ou muito baixo pode prejudicar a postura do ciclista. Vale destacar que antes de iniciar qualquer tipo de exercício, é recomendável procurar um profissional da saúde para uma avaliação adequada.
                         

Fonte

Tânia Fleig – Fisioterapeuta pertencente ao Núcleo de Conhecimento Técnico da Mercur (CREFITO 14.408F).
 

 

 
Sobre a Mercur

Fundada em 1924, em Santa Cruz do Sul (RS), a Mercur que começou sua trajetória com produtos derivados da borracha, é hoje uma das marcas mais tradicionais do Brasil principalmente no segmento de material escolar e de escritório – no qual consagrou a imagem de sua borracha estampada com o deus Mercúrio no inconsciente coletivo de várias gerações de alunos.

Visite o site: www.mercur.com.br.
                  

*****
                
 
Informações para a imprensa
               

Sing Comunicação de Resultados
Janaina Leme, Tatiane Dantas e Melissa Sayon
Fone: (11) 5091-7838
jleme@singcomunica.com.br
tdantas@singcomunica.com.br
 

 




Se você gostou deste artigo, deixe um comentário abaixo e considere
cadastrar nosso RSS, para ser notificado nas próximas atualizações do blog.

Comentários

Nenhum comentário.

Os comentários estão encerrados.