Falta de desejo sexual feminino – descubra como tratar

A falta de desejo sexual, ou a diminuição da libido é relativamente comum no sexo feminino, atingindo tanto mulheres jovens como aquelas em fase pré e pós-menopausa. Se a saúde feminina está em dia, o principal motivo da falta de desejo costuma ser o estresse. Cuidar de um parente doente, enfrentar dificuldades financeiras ou suprir as necessidades de um marido exigente podem acabar com o desejo sexual, afirma o Dr. Domingos Mantelli Borges Filho.

Outra causa muito comum é o uso de antidepressivos. Ainda existem outras causas relacionadas a diversas doenças orgânicas, como infecções e problemas genitais que provocam desconforto ou dor à relação sexual, reduzindo o interesse pelo sexo.

Muitos casais acham que esse sintoma é falta de amor, mas na maioria das vezes isso não é verdade. Sexo não deve ser confundido com amor, que é um sentimento humano muito mais profundo que o sexo. A solução é passar por uma consulta com o ginecologista para que este possa avaliar as causas e, se for o caso, explicar para o casal qual o tratamento mais eficaz a ser realizado.

A ideia de que o desejo diminui com a idade está errada, afirma o ginecologista. É verdade que a produção hormonal da mulher começa a diminuir a partir dos 35 anos e com isso há uma tendência a uma diminuição da libido. Por outro lado, a maturidade traz para a mulher um melhor entendimento da sua sexualidade e uma maior aceitação do seu corpo, coisas que contribuem intensamente para o aumento da libido.

O primeiro passo é conversar com seu ginecologista para checar se a falta do desejo sexual está associada somente a preocupações externas ou se existe um problema orgânico envolvido. O tratamento ideal para tentar resolver o problema da queda da libido feminina, deve passar por uma avaliação completa, quer do ponto de vista físico, como da avaliação psicológica da paciente. É importante saber de detalhes da vida do casal, do grau de intimidade e liberdade de discutir o problema entre eles, avaliação das condições familiares e mesmo das condições financeiras.

Com o diagnóstico do médico, é possível resolver o problema. E existem tratamentos para recuperar o interesse pelo sexo. Em alguns casos, somente o uso de medicação pode ajudar bastante. É possível também repor através de remédios, os hormônios que o corpo da mulher deixa de produzir naturalmente.

Quando seu organismo está saudável e suas emoções equilibradas, você se sente mais disposta e o desejo sexual reaparece. Outra forma de resolver o problema é tentar estabelecer um diálogo aberto com seu companheiro, com bastante sinceridade. Tente também deixar o estresse e as preocupações de lado por alguns momentos e seja feliz. Dessa maneira, o sexo passa a ser uma consequencia natural dos fatos, e muito mais prazeroso para o casal.
                  

Fonte

Domingos Mantelli Borges Filho – Médico Ginecologista e Obstetra.
www.domingosmantelli.com.br
                        

*****
                    

Sacha Silveira Assessoria de Imprensa
MTB – 51.948
Tel – (11)2532 7887/ 8949 3747
E-mail – sachasilveira@globomail.com




Se você gostou deste artigo, deixe um comentário abaixo e considere
cadastrar nosso RSS, para ser notificado nas próximas atualizações do blog.

Comentários

Nenhum comentário.

Os comentários estão encerrados.