Soluço crônico pode ser sintoma de refluxo gastroesofágico

O aparecimento do soluço crônico está ligado, em grande parte dos casos, aos problemas no sistema digestivo gerados por hábitos inadequados, como comer em excesso, ingerir alimentos apimentados e consumir bebidas gaseificadas. No entanto, pode ser causado também por algumas doenças, entre elas o refluxo gastroesofágico.

De acordo com o médico Eduardo Berger, o refluxo gastroesofágico acontece quando o conteúdo alimentar que está no estômago retorna para o esôfago. Devido a sua acidez, o refluxo pode provocar a inflamação da mucosa do esôfago e, eventualmente, isto leva a uma estimulação do nervo frênico, que é o responsável pelo impulso do diafragma – músculo que separa o tórax do abdome e que se contrai de forma espasmódica, forte e súbita, caracterizando o soluço.

“Além do refluxo, outras doenças como obstrução intestinal, processos inflamatórios tipo apendicite, diverticulite e pancreatite podem ser iniciadas com soluços frequentes”, ressalta o gastroenterologista.

Casos de refluxo respondem positivamente ao tratamento clínico, que ajuda a controlar os sintomas da doença e, como consequência, os soluços são curados quando causados pelo refluxo. Outra forma de tratamento do refluxo é a cirurgia, que pode ser realizada por laparoscopia, e é indicada apenas em casos mais graves.

Contudo, o gastroenterologista adverte que é importante ter em mente que doenças cardíacas (Pericardites, por exemplo) também são fatores causais, bem como problemas neurológicos. “Quando o soluço começa a prejudicar a qualidade de vida é fundamental procurar um médico para ter o diagnóstico correto”, alerta Dr. Berger.
                        

Fonte

Eduardo Berger – Médico gastroenterologista do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos.
                                                            
                                  
Localizado ao lado do Parque do Ibirapuera, em São Paulo, o Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos atua em mais de 50 especialidades e conta com cerca de 780 médicos. Dentre os selos e certificações obtidos pela instituição, destaca-se a Acreditação Hospitalar Nível 3 – Excelência em Gestão, concedida pela Organização Nacional de Acreditação (ONA).

Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos
Rua Borges Lagoa, 1.450 – Vila Clementino, zona sul de São Paulo
Tel. (11) 5080-4000
Site: www.hpev.com.br
Facebook: www.facebook.com/Hospital.EV
Twitter: www.twitter.com/Hospital_EV
YouTube: www.youtube.com/user/HospitalEV
                                 

*****
                     

Informações

Tree Comunicação
(11) 3093-3617 / 3093-3609
Rosa Pellegrino – rosa.pellegrino@tree.inf.br
Janaína Gomes – janaina@tree.inf.br
Inês Castelo – ines@tree.inf.br




Se você gostou deste artigo, deixe um comentário abaixo e considere
cadastrar nosso RSS, para ser notificado nas próximas atualizações do blog.

Comentários

Nenhum comentário.

Os comentários estão encerrados.