Tratamentos da Hiperplasia Benigna da Próstata

Hiperplasia Benigna da Próstata (HBP) – aumento da glândula prostática – é um tipo de tumor benigno muito comum em homens com mais de 60 anos. Entretanto, quando seus sintomas começam a interferir nas atividades, é mais do que hora de procurar um urologista e considerar as opções de tratamento.

“Quando o paciente conhece as opções de tratamento, fica mais fácil a escolha da melhor terapia, com base em seu estilo de vida, expectativa com os resultados e estágio da Hiperplasia Benigna da Próstata”, explica Dr. Oskar Kaufmann.

De acordo com Dr. Oskar os tratamentos mais indicados para a hiperplasia benigna da próstata podem ser classificados em clínico e cirúrgico, com destaque para o Green Light Laser, considerado, atualmente, um dos mais modernos tratamentos para essa doença.
                                                                   

Tratamentos clínico e cirúrgico

O tratamento clínico pode ser realizado por meio de duas classes principais de medicações:

* Alfa-bloqueadores – atuam relaxando a musculatura situada ao redor da próstata, permitindo melhora do jato urinário e redução dos sintomas. Apresentam efeitos quase imediatos com o início do tratamento e, hoje, são os medicamentos mais utilizados no tratamento dos sintomas da HPB. Seus efeitos colaterais incluem queda da pressão arterial e tonturas, principalmente no começo do tratamento. Por esta razão, os alfa-bloqueadores são normalmente utilizados à noite. 

* Bloqueadores da enzima 5 alfa-redutase - esta classe de medicamentos atua bloqueando a conversão de testosterona em seu metabólito mais ativo. Em médio prazo, levam a uma redução de até 30% no volume prostático e 50% nos valores de PSA, além de reduzir a possibilidade de retenção urinária aguda. Os bloqueadores da 5 alfa-redutase podem provocar a redução da libido, que é reversível com a suspensão do fármaco, e tem sua principal indicação em portadores de próstatas de grande volume. 

O tratamento cirúrgico é indicado para pacientes que falharam ao tratamento clínico, para homens que não desejam usar a medicação por longos períodos, quando existem cálculos na bexiga e em casos de comprometimento do trato urinário superior, de infecções recorrentes e de sangramento decorrente da HPB. Esse tipo de tratamento inclui: 

“A cirurgia é o método mais eficaz de tratamento dos sintomas decorrentes da HPB. Nos casos mais sérios, quando a doença comprime a uretra e provoca retenção urinária, a cirurgia se faz necessária, a fim de proporcionar qualidade de vida ao paciente”, esclare Dr. Oskar Kaufmann. “Estes dois métodos constituem, até hoje, os padrões consagrados, pois representam o que há de melhor para o tratamento da hiperplasia da próstata”.

* Ressecção Transuretral Convencional da Próstata (RTU) - método clássico no qual a próstata é retirada através da uretra em fragmentos por um bisturi com passagem de corrente elétrica. Essa cirurgia por via endoscópica é realizada em grande parte dos homens com indicação de cirurgia. Tem como principais vantagens: pouca ou nenhuma dor no pós-operatório (por não haver corte), melhora imediata do fluxo urinário/sintomas miccionais e rápido retorno às atividades diárias. 

* Prostatectomia Supra Púbica - cirurgia convencional aberta realizada por uma incisão abdominal acima do osso púbico. A cirurgia aberta é pouco utilizada atualmente e fica reservada para homens com próstatas de grande volume ou àqueles com patologia vesical associada. 

Green Light Laser - esse procedimento cirúrgico chegou ao Brasil recentemente e tem mostrado resultados tão eficientes quanto os métodos tradicionais, com vantagens em relação ao tempo de internação, menos dor e melhor recuperação pós-operatória. “Os resultados são tão bons quanto os métodos tradicionais. A fibra de laser é introduzida pela uretra, através de um instrumento acoplado a uma câmera de vídeo que permite a visualização do procedimento. O laser então é direcionado para o tecido prostático, que vai sendo literalmente vaporizado pela ação do “raio verde”.   Além disto, o Green Light apresenta um mínimo de sangramento porque, ao mesmo tempo em que vaporiza a próstata, ele realiza a cauterização dos vasos sanguíneos, evitando sangramento durante todo o procedimento”. 

Na opinião do Dr. Oskar, o tratamento com o Green Light Laser representa um avanço também para os pacientes que fazem uso de drogas anticoagulantes ou ácido acetilsalicílico, como por exemplo, os cardiopatas, pois não há necessidade de suspender o uso do medicamento para realização da cirurgia. “Além disto, a irrigação durante o procedimento cirúrgico é realizada com soro fisiológico ao invés de manitol, ou seja, o risco de intoxicação hídrica inexiste. A sonda vesical pode ser retirada 24 horas após o procedimento, quando comparado aos habituais três a quatro dias pós Ressecção Transuretral Convencional da Próstata (RTU)”, finaliza.
                                        

Fonte

Oskar Kaufmann – Médico urologista e especialista em cirurgia robótica em urologia. Graduado em Medicina pela Escola Paulista de Medicina – Universidade Federal de São Paulo e com doutorado pela Divisão de Clínica Urológica do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP). Membro da Sociedade Brasileira de Urologia, American Urological Association, Endourological Society e acaba de retornar ao Brasil, após o período de um ano de pós-doutorado em Endourologia, Laparoscopia e Cirurgia Robótica pela Universidade da Califórnia – Irvine.  Além de integrar o corpo clínico do Hospital Israelita Albert Einstein, e do Hospital do Homem, Dr. Kaufmann possui mais de 30 trabalhos publicados em veículos científicos nacionais e internacionais.
                                        

 *****
                                              

Mais informações

Prestige Assessoria de Comunicação e Marketing
Tel.: (11) 3757-3512
Chris Santos – christiane@prestigerp.com.br
Sandra Santos – sandra@prestigerp.com.br
www.prestigerp.com.br 

Sandra Santos
Prestige Assessoria Comunicação Mkt
Av. Jamaris, 100 cj 209 – Moema
São Paulo – SP  cep: 04078-000
E-mail: sandra@prestigerp.com.br
MSN: san_drabeth@hotmail.com
(11) 3757-3512 / 9753-3210
ID 7*46984
Skype: sandrabeth1
www.prestigerp.com.br




Se você gostou deste artigo, deixe um comentário abaixo e considere
cadastrar nosso RSS, para ser notificado nas próximas atualizações do blog.

Comentários

Senhores,

Sou potador de Hipertrofia prostática Benigma, hoje minha prostata pesa 50 gramas considerada “grande”.

Gostaria saber se é aconselhável uma cirurgia Ligth Laser.

Atencisamente,

Calixto

gostaria de saber o custo dessa girurgia e onde se faz,
obrigado.

Prezados, gostaria de saber a resposta solicitada pelo amigo Calixto, visto que estou com o mesmo problema e a prostata está com o mesmo peso.(50g)

estou com a protata auterada meu medico me disse que tenho que faser serurgia qual o preço dessa serurgia a laser

gostaria de saber o custo dessa girurgia e onde se faz,
obrigado

Estou muito assustado pois a médica que realizou o meu exame da ultra trans retal, disse que minha prostata teve um aumento abrupto de 2007 a 2010, ou seja passou de 38gr para 78gr. Eu não sinto nada porém faço o exame todos os anos e a cada ano o peso aumenta. Seria indicado cirurgia? Informe endereço opçoes e se aceita UNIMED?
Por favor estou muito preocupado.
Atenciosamente,
Everaldo G. S

Meu pai tem 93 anos e HBP. Ele é cardiopata, toma medicação anticoagulante e a RTU, com utilização do Green Light Laser HPS, seria a técnica ideal para ele (peso da prósata = 80 gramas). Podem me informar o custo de uma cirurgia com essa técnica?

Obrigada

Tenho 166g de prostata,recomendaram cirurgia aberta, porem,gostaria de saber se é possivel fazer de outro modo e onde posso fazer a cirurgia via uretra ou green light, se possivel, preços.

grato

Primeiramente quero muito agradecer pelos esclarecimentos dados e autorizado divulgações a qualquer internauta.Obrigado. Envio abraço. Minha próstata com hpb, está pesando 55,0 g,. Resíduo vesical pós-miccional 90,2ml.Gostaria de saber preço do procedimento Green Light Laser. Resido em Belo Horizonte(MG).

Gostaria de saber o valor da sirurgia ligth laser e se tem clinica confiavel que faz em belo horizonte pois meu medico acha que vou ter que fazer grato Celso

Bom dia, Geraldo José

Obrigado por acessar nosso site.

A Revista VIGOR – movimento e saúde é uma publicação da Thesaurus Editora de Brasília. Como somos muito lidos, profissionais e instituições de pesquisa e ensino nos enviam artigos e comunicados para publicação.

Infelizmente, somente agora acessamos seu e-mail. Diariamente, recebemos centenas de mensagens de nossos leitores solicitando informações. Como atendemos a todos seguindo a ordem de entrada em nossa caixa de mensagens, temos dificuldades de responder com a rapidez que alguns necessitam.

Gostaríamos de destacar que a internet não é o melhor caminho para solucionar casos que necessitam resultados rápidos. Consultem sempre um médico especialista.

Um abraço

Marcos Vinhal Campos
Revista VIGOR – editor
http://www.revistavigor.com.br

Os comentários estão encerrados.