Operação de próstata x impotência sexual

Levantamento realizado pelo Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp) Octavio Frias de Oliveira, ligado à Secretaria de Estado da Saúde e à Faculdade de Medicina da USP, aponta que um em cada 10 homens com diagnóstico de câncer de próstata recusa a o tratamento cirúrgico com receio de ficar impotente.

Mensalmente o Icesp recebe cerca de 200 pacientes com câncer de próstata, a maior parte em estágio inicial e, portanto, com chances de cura. Desse total, 10% acabam recusando a realização da cirurgia e preferem um tratamento não cirúrgico (radioterapia ou bloqueio hormonal) contra a doença maligna da próstata.

A possibilidade de disfunção erétil após a cirurgia radical da próstata existe, mas varia conforme a idade. Segundo o Dr. Marcos Francisco Dall`Oglio, pacientes com até 60 anos de idade têm cerca de 70% de chances de não sofrerem qualquer problema de disfunção sexual. Já entre as pessoas com mais de 70 anos a probabilidade de impotência são altas, chegando a 90%. Contudo, hoje são disponíveis tratamentos para corrigir esta possível sequela, desde medicamentos de uso oral até o implante de prótese peniana.        

“O tratamento apenas com radioterapia pode curar o câncer de próstata em estágio inicial, mas é muito mais demorado, com necessidade de mais de 30 sessões, além de apresentar efeitos colaterais como incontinência urinária, inflamação do reto e da bexiga e até mesmo impotência”, afirma o médico do Icesp.

Para evitar as complicações decorrentes do câncer de próstata, o mais indicado é a prevenção. A partir dos 45 anos de idade todo homem deve realizar periodicamente o exame de toque retal e a dosagem de PSA (Antígeno Prostático Específico). Quanto mais cedo o câncer for diagnosticado, maiores são as chances de cura.

 

Fonte

Marcos Francisco Dall`Oglio – Médico urologista do ambulatório de urologia do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp) Octavio Frias de Oliveira.

 

*****

 

Carina Eguia Cappucci Ceschini
carina.ceschini@icesp.org.br>




Se você gostou deste artigo, deixe um comentário abaixo e considere
cadastrar nosso RSS, para ser notificado nas próximas atualizações do blog.

Comentários

Meu marido descobriu logo no inicio e fez a cirurgia, ficou perfeito.
Eu aconselho todos os homens a fazer os exames,se prevenir enquanto dar tempo de curar.

Ismênia S. Lima

eu gostaria de saber se minha impotência tem cura ja estou com 5 meses de operado minha cirugia foi muito boan só esse problema da impotência é que esta mim pertubando tenho 58 anos concegui uma ves depio de dois meses de operado com o levitra e depois sem remedio 1 mes depois da primeira com o remedio

Os comentários estão encerrados.