Nutrição em Doenças Crônicas – prevenção e controle

Editora Atheneu lança obra pioneira na área de nutrição.

Livro agrega as doenças crônicas mais prevalentes no mundo e mostra o poder preventivo dos alimentos.

Com a população do país envelhecendo gradativamente, cresce cada vez mais a incidência de doenças crônicas. Exemplos importantes são a hipertensão, que atinge mais de 20% dos brasileiros, e o excesso de peso, que está presente em cerca de 40% dos adultos. Dos profissionais de saúde, como nutricionistas, fisioterapeutas, médicos, terapeutas, entre outros, exige-se a constante atualização nos mais modernos conhecimentos em diagnóstico e terapêutica, para a adequada atenção aos pacientes. O livro “Nutrição em Doenças Crônicas”, lançamento da Editora Atheneu, é um importante compêndio com o que há de mais eficaz para a investigação na prática clínica. Traz ainda um riquíssimo conteúdo ilustrado em gráficos e tabelas aos estudantes da área.

“Uma novidade especial é que a publicação é totalmente baseada nos protocolos nacionais e internacionais em nutrição. Trouxemos em primeira mão, por exemplo, as últimas diretrizes da hipertensão no país, que propõem um plano dietético específico, o plano DASH – mais rico em alimentos de origem vegetal e com alimentos de origem animal pobres em gordura – como uma estratégia importante no controle da doença”, adianta a Dra. Helena Alves de Carvalho Sampaio, nutricionista, coordenadora do Laboratório de Perfusão Renal e Nutrição em Doenças Crônicas da Universidade Federal do Ceará e uma das autoras.

De acordo com a importância de cada tema, são abordados os alimentos imprescindíveis para uma dieta saudável, como frutas, hortaliças, cereais integrais e fibras, que veiculam antioxidantes e podem agir na prevenção de alguns cânceres, por exemplo. Um assunto em alta é a soja, cujo uso tem sido associado à redução dos níveis de colesterol, à proteção contra a osteoporose e prevenção contra o câncer, no qual são discutidas as controvérsias e comprovações quanto ao seu papel para a saúde. Ainda em pauta, está a interação dos fármacos com os nutrientes e a atividade física, que recebe um capítulo especial sobre a sua relevância no tratamento e na prevenção de doenças crônicas.

“Nosso foco, além do tratamento, está na prevenção das doenças e de suas complicações. Escolhemos tratar daquelas mais associadas ao envelhecimento e ao estilo de vida, como as neurológicas degenerativas, a osteoporose, as dislipidemias e diabetes melito, entre outras”, comenta Dra. Helena.

Autores

Helena Alves de Carvalho Sampaio
Nutricionista. Especialista em Administração Hospitalar, em Saúde Pública, em Nutrição Clínica e em Nutrição Parenteral e Enteral.
Mestre em Educação. Doutora em Farmacologia. Professora Adjunta do Curso de Graduação em Nutrição e em Medicina dos Mestrados Acadêmicos em Saúde Pública e em Ciências Fisiológicas da Universidade Estadual do Ceará – UECE. Coordenadora do Laboratório de Perfusão Renal e Nutrição em Doenças Crônicas da UECE.

Maria Olganê Dantas Sabry
Nutricionista. Especialista em Nutrição Humana. Mestre em Saúde Pública. Professora Adjunta do Curso de Graduação em Nutrição e em Medicina e do Curso de Especialização em Nutrição Clínica da Universidade Estadual do Ceará – UECE

Nutrição em Doenças Crônicas – prevenção e controle

Editora: Atheneu
1ª edição
292 páginas
Formato: 18 x 25,5 cm
www.atheneu.com.br
0800 267753

Informações adicionais:
Acontece Comunicação e Notícias
Kelly Silva ou Chico Damaso
(11) 3871-2331 / 3873-6083 / 3865-4657
acontece@acontecenoticias.com.br
chicoacontece@uol.com.br




Se você gostou deste artigo, deixe um comentário abaixo e considere
cadastrar nosso RSS, para ser notificado nas próximas atualizações do blog.

Comentários

Nenhum comentário.

Os comentários estão encerrados.